Pesquisar

Canais

Serviços

- Pexels
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Novos hábitos

Economia circular: razões para você trocar seus produtos sem uso

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
06 jul 2021 às 17:10
Continua depois da publicidade

A economia circular repensa nossos hábitos de consumo visando uma relação sustentável com o meio ambiente. A reutilização de produtos na sua forma original é uma forma de diminuir o impacto causado por um consumo desenfreado e com pouca responsabilidade sobre o planeta. Desapegar é movimentar a economia circular.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Pensando nisso, Luiz Fernando Gerber, CEO do Finpli, aplicativo que facilita a troca de produtos e serviços entre pessoas (@finpli), preparou razões importantes para a prática mais consolidada da troca.

Continua depois da publicidade


Contribui para a preservação do meio ambiente
Seja por desuso, defeito ou quantidade excessiva, resultado de uma compra por impulso, qualquer produto em casa que você não usa mais, consumiu recursos naturais para ser produzido. Trocá-lo com outra pessoa para que ele volte a circular é uma maneira de contribuir com a preservação do meio ambiente


Seu bolso agradece

Continua depois da publicidade


Você gostou de uma jaqueta anunciada na internet, mas no momento está precisando de um tênis para corrida e não quer gastar dinheiro? E se a pessoa que está anunciando a jaqueta aceitar algo que você não usa mais em uma troca? Ao trocar produtos, você pode encontrar artigos que não estavam na sua lista de prioridades, mas, tratando-se de trocas sem envolver dinheiro, tornam-se boas opções.


Universo de possibilidades


O mercado de trocas é dinâmico e apresenta boas oportunidades para produtos das mais diversas categorias. Até itens difíceis de vender, como eletrônicos e eletrodomésticos com defeitos, podem interessar a outras pessoas que sabem como arrumá-los ou precisam de peças de reposição difíceis de serem encontradas. Outros exemplos são itens antigos como máquinas fotográficas, móveis, aparelhos de som ou de telefone, que podem ter valor inestimável a colecionadores.


Gosta de fazer doces e salgados? Saiba que eles têm boa aceitação no mercado de trocas. É possível trocar aquele bolo delicioso que você faz, por um cosmético, por exemplo.


Rapidez e praticidade


Se você tem pressa, considere trocar. Você não precisa esperar dias para receber o produto. Encontre alguém que tenha algo do seu agrado, combine a troca e leve o item para casa. Gostou, trocou. Sem enrolação.


Possibilidade de conferir o item pessoalmente, antes da aquisição

Você comprou um produto usado pela internet e esperou alguns dias até o recebimento. Acontece que ao recebê-lo, por algum motivo, você não ficou satisfeito. Devolvê-lo pode gerar custos adicionais e transtornos que não aconteceriam caso você pudesse verificá-lo pessoalmente. Porém, em uma troca, se algo não agradar, você confere com antecedência e não realiza o negócio.


Ao anunciar


Forneça detalhes como tempo de uso e pequenos defeitos, se tiver. Assim você transmitirá credibilidade aos interessados e evitará futuras dores de cabeça com devoluções. Caso esteja procurando por um produto específico, não se esqueça de incluir a observação no anúncio, isso pode chamar a atenção de alguém que tenha o que você quer.


Não sabe o que trocar?


Todo mundo tem algo que possa interessar a outras pessoas. Basta dar uma olhada em casa e você perceberá que possui algo de valor que pode render uma boa troca. Com a chegada da pandemia, ao passarmos mais tempo em casa, fica mais fácil perceber o que está sem uso.

Reutilizar para não desperdiçar, uma atitude essencial para o novo normal.


Continue lendo