Pesquisar

Canais

Serviços

IStock
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Conheça os benefícios

O que é e como implantar o social selling?

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
13 jan 2022 às 19:15
Continua depois da publicidade

Que a tecnologia já adentrou totalmente o mercado de atacado e varejo, não é novidade para muitas pessoas. Desde que o e-commerce começou a aumentar sua presença no mundo, muitas empresas têm se preparado para a inovação tecnológica e o mundo de oportunidades que a internet traz para os negócios. Na pandemia, sobretudo, ficou totalmente inviável sobreviver fora das “vitrines virtuais”; afinal, para conter a propagação do vírus da Covid-19, o mundo precisou recorrer ao isolamento social e a pouco contato humano próximo. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Não é de se surpreender que o mundo passou a viver mais digitalmente, e, com isso, também as marcas passaram a viver o mundo digital.


E, por viver no mundo digital, entende-se estar presente para além dos sites de e-commerce: deve-se viver agora também as redes sociais. Trata-se de uma estratégia de vendas intitulada social selling, ou seja, “venda social”. De acordo com a empresa canadense Sales For Life, que atua no ramo, há uma eficiência 66% maior nas vendas por meio do social selling do que por técnicas tradicionais de prospecção de clientes.

Continua depois da publicidade

O que é social selling?


O processo de vendas na internet, antes das redes sociais, era regido ainda por meio de publicidades “do mundo real”, ou seja, cartazes, outdoors e a tradicional propaganda boca a boca. Isso, por si só, já era uma maneira social de atrair e abordar clientes para ganhar a confiança deles a ponto de vender os produtos. 


Com o advento das redes sociais, as marcas também passaram a integrar o ambiente online, pois, além de auxiliar nas vendas, também é possível observar qual o comportamento e quais são os hábitos do seu público-alvo. Hoje, as redes sociais são o principal meio de contato com os clientes, além de ser a primeira fonte que leva os possíveis clientes (prospects) a considerarem uma compra.


No geral, porém, o social selling é uma estratégia que auxilia no impulsionamento das interações de vendas por meio das redes sociais, de forma que a marca esteja sempre em contato com os clientes, cultivando a relação entre a marca e o público. 

Benefícios de implantar uma estratégia de social selling


Um dos principais benefícios de implementar uma estratégia de social selling no seu negócio é, claro, o lucro, mas não só. Você deve pensar também que, por meio das redes sociais, conseguirá construir uma relação com os clientes, de forma que eles se sintam mais próximos da marca. É importante para os clientes, hoje, se sentirem representados nas marcas onde compram os seus produtos, e será por meio das redes sociais que você conseguirá que a marca tenha tudo a ver com o seu cliente.


Isso impacta diretamente no brand awareness, isto é, no reconhecimento da marca e no posicionamento dela para que os clientes tenham mais decisão de compra. Você pode atrair e fidelizar clientes, fazendo promoções exclusivas para o público online, ou ainda promover interações mais diretas. Os resultados são quase imediatos; afinal, você vê em tempo real a interação do público com a sua empresa, por meio de likes, comentários e mensagens diretas.


Os algoritmos das redes sociais também são grandes aliados da sua marca. Isso porque as redes unem os usuários com interesses em comum. Se a sua marca atinge um determinado nicho de usuários, estes usuários interagem com outros que também têm outros interesses, o que amplia a divulgação da sua marca por meio das redes.


O marketing de influência também é muito útil para dar mais engajamento para a marca. Por exemplo, se você vende produtos de papelaria, há diversos influenciadores digitais que fazem vídeos de reforço de matérias do ensino médio para vestibular que podem ser seus parceiros comerciais. Alinhando a estratégia de comunicação da sua marca com os objetivos e o público que o influenciador alcança, você aumenta o seu engajamento nas redes por um custo muito menor do que normalmente uma campanha publicitária comum teria. 

Como montar uma estratégia de social selling


Bom, agora que você já sabe de todos os benefícios de adotar uma estratégia de social selling na sua empresa, é hora de pôr a mão na massa!


O primeiro passo que você deve tomar é estudar o seu funil de vendas. Normalmente, as plataformas de redes sociais são muito úteis para o topo e o meio do funil, de forma que serão os primeiros contatos dos seus clientes com a sua marca. Tenha em mente que é importante obedecer à proporção 80/20 (80% de materiais educativos e 20% de materiais promocionais e institucionais) para não saturar os seus clientes. Outro ponto importante é implantar um atendimento via redes sociais, uma vez que as pessoas realmente interagem por lá. Ou seja, prepare uma equipe para ficar responsável pela gestão de atendimento nas redes, em todas as redes. Isso ajudará, inclusive, a transformar alguns contatos mais informais em leads. Por isso, dê a devida importância aos possíveis clientes nas redes sociais.


Pratique o social listening, que é o termômetro do seu público. Você poderá usar ferramentas como o CRM e o Analytics das próprias redes para verificar o que é que o seu público mais procura, mais dá like, mais rejeita e mais fala nas interações com a sua marca. Por meio dos insights gerados, você poderá aprimorar a abordagem dos vendedores e dos próprios analistas de atendimento para saber gerir a relevância dessa aproximação com o público. Assim, você consegue analisar e elaborar estratégias para a conversão.


E, por último, mas não menos importante, estar atualizado no mundo do marketing te ajudará muito a escapar da mesmice e sempre inovar a sua marca. Você também pode definir uma brand persona, que é a elaboração de uma personagem fictícia que representa a sua marca, e desenvolver mais ações para engajar o público nas redes, alinhando a equipe de marketing com as outras equipes que integram a marca. Reuniões periódicas e monitoramento em conjunto para gerar relatórios de desempenho são essenciais para saber da própria saúde da sua marca.

Continue lendo