Pesquisar

Canais

Serviços

Ansa
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Igreja Católica

Papa Francisco pede que jovens sejam 'consciência crítica da sociedade'

Ansa Brasil
22 nov 2021 às 10:07
Continua depois da publicidade

O papa Francisco pediu que os jovens sejam a "consciência crítica da sociedade". A declaração foi dada durante a celebração da missa de Cristo Rei na Basílica de São Pedro neste domingo (21). 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Na homilia, o pontífice fez um apelo para os jovens encontrarem "a coragem de ir contra a maré", e especificou que isso não é "ir contra alguém como fazem os vitimizadores e conspiradores, que sempre colocam a culpa nos outros".

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


O argentino os convidou a "ir contra o mal com a única força mansa e humilde do bem. Sem atalhos, sem falsidade", porque "nosso mundo, ferido por tantos males, não precisa de pactos mais ambíguos de quem vai daqui para lá como as ondas do mar, de quem está um pouco à direita e um pouco à esquerda depois de ter cheirado o que lhes convém".


"Sejam livres, autênticos, sejam a consciência crítica da sociedade. Tenham paixão pela verdade", pediu Francisco, que disse aos jovens que eles não devem ter medo de criticar, "como aqueles que criticam que estamos poluindo" o planeta. "Isso é útil, ajuda".


Francisco ainda agradeceu aos jovens "quando sonham". "Obrigado pelas vezes em que és capaz de continuar sonhando com coragem, pelas vezes em que não deixas de acreditar na luz mesmo no meio das noites da vida, pelas vezes em que te comprometes com paixão em fazer do nosso mundo mais bonito e humano ", disse.

Continua depois da publicidade


Jorge Bergoglio continuou agradecendo aos jovens "que cultivam o sonho da fraternidade, pelas vezes que se preocupam com as feridas causadas à criação, pelas vezes que lutam pela dignidade dos mais fracos e difundem o espírito de solidariedade e de partilha".


"Num mundo que, reduzido pelo benefício imediato, tende a sufocar grandes ideais, não se perde a capacidade de sonhar. Isso ajuda a nós, adultos e à Igreja. Sim, como Igreja também precisamos sonhar", acrescentou o religioso perante a cerca de 2 mil pessoas.


O líder da Igreja Católica destacou também os sonhos comuns do Evangelho e da juventude contemporânea, como a "fraternidade, a solidariedade, a justiça, a paz". "Não tenhas medo de vos abrir ao encontro com Jesus, que ama os vossos sonhos e vos ajuda a realizá-los", indicou.


Neste domingo, a Igreja Católica celebrou a Jornada Mundial da Juventude nas dioceses, enquanto aguarda o grande evento mundial que será realizado em Lisboa em 2023, após ter sido adiado devido à pandemia de Covid-19. 

Continue lendo