30/07/21
PUBLICIDADE
Saiba como denunciar!

Assistência Social atende adolescentes e crianças em situação de trabalho infantil

Divulgação
Divulgação


Neste sábado (12), é celebrado o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, instituído pela Organização Internacional do Trabalho, assim como o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil, definido pela Lei nº 11.542/2007. No enfrentamento dessas situações, a Prefeitura de Londrina atende, atualmente, quase 5 mil crianças e adolescentes, por meio dos serviços e programas realizados pela SMAS (Secretaria Municipal de Assistência Social).

Os serviços de convivência e fortalecimento de vínculos são ofertados ao público infanto-juvenil, de seis a 17 anos, em situação de desproteção social, em unidades distribuídas em todas as regiões do município, incluindo a zona rural. A partir de percursos socioeducativos, essas atividades buscam desenvolver o sentimento de pertencimento e de identidade. Além disso, visam fortalecer vínculos familiares e incentivar a socialização, a convivência comunitária e a participação cidadã, estimulando e orientando os usuários na construção e reconstrução de suas histórias. Atualmente, cerca de 3.600 crianças e adolescentes são atendidos nesses serviços, através de convênios executados por 13 organizações da sociedade civil, em 27 unidades descentralizadas. As entidades participantes incluem o Cepas (Centro Esperança por Amor Social), Epesmel (Escola Profissional e Social do Menor de Londrina), Colégio Marista, Guarda Mirim e Associação Londrinense de Circo, entre outras.

Já os programas de aprendizagem profissional, conduzidos em parceria com o Município, atendem cerca de 900 adolescentes, entre 14 e 17 anos. Esses jovens são inseridos no mercado de trabalho como aprendizes, recebendo formação e acompanhamento técnico qualificado. São parceiros na iniciativa a Epesmel, Guarda Mirim e o Núcleo Espírita Irmã Scheilla. Mais de 100 empresas londrinenses empregam os adolescentes aprendizes, e entre os programas oferecidos estão cursos de auxiliar administrativo, vendedor de comércio varejista e auxiliar em serviços de alimentação.

Em ambos os serviços, o público prioritário é composto por crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil; alvos de violência, negligência, abuso e/ou exploração; em situação de acolhimento; em cumprimento de medida socioeducativa, em meio aberto, ou egressos de medidas socioeducativas; e em situação de rua, entre outras situações de desproteção social vivenciadas.

A secretária municipal de Assistência Social, Jacqueline Micali, explicou que os serviços oferecidos pela pasta, em conjunto com a presença do público infanto-juvenil no ambiente escolar, são essenciais para consolidar uma rede de proteção social. "Enquanto as atividades de convivência e fortalecimento de vínculos são imprescindíveis para romper ciclos de violência e trabalhar a cidadania, os programas de aprendizagem permitem a inserção do adolescente no mundo do trabalho. Isso acontece de uma maneira proativa, através da qual ele pode exercer a sua responsabilidade e participação, entendendo a importância desse mundo do trabalho de uma forma saudável”, destacou.

Denúncias – Cidadãos que tenham conhecimento de situações de trabalho infantil podem fazer uma denúncia junto aos Conselhos Tutelares de todas as regiões do município. O contato pode ser feito 24 horas por dia, por meio dos telefones gerais 125, cujas ligações são gratuitas, ou (43) 99991-6752, que atende chamadas a cobrar. Para conferir os endereços e telefones individuais dos Conselhos Tutelares de Londrina, clique aqui.
Redação Bonde com N.Com
PUBLICIDADE
Continue lendo
Saiba como solicitar!

UEM abre mais de 1,1 mil vagas remanescentes para ingresso em 2021

30 JUL 2021 às 17h36
Maioria não toma precauções!

O jovem está se preparando para aposentar? Especialista dá dicas para ter uma previdência tranquila

30 JUL 2021 às 15h42
Acompanhe pelo YouTube!

Seminário gratuito sobre Paulo Freire reúne professores e pesquisadores da educação

30 JUL 2021 às 15h20
Hora de se preparar!

Ano letivo 2021 da UEL em formato remoto começa segunda-feira com recepção aos ingressantes

30 JUL 2021 às 15h14
Não esqueça!

Prazo para solicitar recurso de atendimento especializado no Enem termina nesta sexta-feira

30 JUL 2021 às 14h24
Falta de incentivo

'Apagão' no Lattes traz prejuízos a pesquisadores e é alvo de críticas

30 JUL 2021 às 10h55
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados