Pesquisar

Canais

Serviços

Reprodução/Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Confira!

Graduações da Saúde da UEM terão práticas profissionalizantes presenciais

Redação Bonde com AEN
08 jul 2021 às 16:05
Continua depois da publicidade

As graduações presenciais do CCS (Centro de Ciências da Saúde) da UEM (Universidade Estadual de Maringá) voltarão a ter aulas presenciais nas disciplinas de práticas profissionalizantes, enquanto as demais continuarão em ensino remoto. A autorização foi dada na quarta-feira (7) pela plenária do CEP (Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão). Agora é momento de férias para os veteranos, e o primeiro semestre de 2021 para eles e os calouros começa em 9 de agosto e segue até 15 de dezembro; o segundo é de 10 de janeiro a 14 de maio de 2022.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


A retomada presencial dos conteúdos programáticos práticos das disciplinas curriculares profissionalizantes da área da saúde seguirá com rigor todos os protocolos de biossegurança estabelecidos pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19 na UEM. Haverá higienização constante dos locais das práticas, além de cumprimento de normativas municipais, estaduais e respeito às recomendações do Ministério da Saúde e da OMS (Organização Mundial da Saúde), além de vigilância constante da situação epidemiológica.

Continua depois da publicidade


O Centro de Ciências da Saúde da UEM engloba os cursos de graduação presenciais de Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Medicina e Odontologia. De acordo com a nova resolução do CEP, os conselhos acadêmicos dos cursos foram responsáveis por definir quais disciplinas prático-profissionalizantes serão ofertadas presencialmente a cada turma, assim como em quais dias e horários. Será exigido uso de equipamentos de proteção individual, álcool em gel e haverá adoção de distanciamento social e turmas menores, conforme adianta Miguel Machinski Junior, diretor do CCS.


O gestor relembra que desde 2020 os dois últimos anos das graduações desse centro haviam retomado algumas aulas presencialmente, seguindo a legislação competente, até para auxílio ao combate à pandemia, com a demanda de mais profissionais no mercado de trabalho em face da emergência mundial de saúde pública. "Mesmo nos anos iniciais dos cursos do CCS temos muitas disciplinas que precisam de habilitação técnica. Nesse sentido, o Centro solicitou a retomada parcial ao CEP para que possamos capacitar melhor nossos alunos para as profissões que escolheram, com todos os cuidados necessários”, diz Machinski Junior.

Continua depois da publicidade


Demais centros – José Ricardo Penteado Falco, presidente da CGE (Câmara de Graduação, Extensão e Educação Básica e Profissional) do CEP, explica que os conselheiros também aprovaram a possibilidade de que os centros de ensino de Agrárias, Biológicas, Exatas, Humanas, Sociais e Tecnologia possam, em regime de exceção, solicitar aulas práticas presenciais para aquelas que ficam impossibilitadas de serem realizadas de forma remota.

A solicitação formal deverá ser encaminhada ao Comitê de Enfrentamento à Covid-19 na UEM, que analisará cada situação individualmente e com atenção aos parâmetros definidos pelas secretarias de Saúde municipais. Mesmo para o CCS, as práticas que podem ser feitas a distância, bem como as disciplinas teóricas, continuarão em ERE (ensino remoto emergencial).


Continue lendo