Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Polêmica

Secretaria da Educação recolhe das escolas do PR livro premiado que trata de racismo

Jésisca SAbbadini - Especial para o Grupo Folha
09 mar 2024 às 10:29
- Freepik
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Se, de fato, é pela poesia, pelo romance e pelo amor que vale a pena viver, o acesso à literatura e cultura nas escolas do Paraná pode estar vivendo uma ameaça diante da retirada de um livro nacional das salas de aula. Retratando o racismo estrutural que impregna a sociedade brasileira, "O Avesso da Pele", do escritor Jeferson Tenório, está, de acordo com especialistas, sendo censurado no Paraná.


Diretor de Educação da Seed-PR (Secretaria do Estado da Educação do Paraná), Anderfábio Oliveira dos Santos afirmou que todos os livros que chegam às escolas públicas passam pelo crivo de especialistas na área por meio do PNLD (Programa Nacional do Livro Didático). Entretanto, por conta da reclamação de pais e de outros entes da sociedade, a Seed decidiu, como medida cautelar, fazer uma análise mais apurada do conteúdo da obra.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


“A nossa preocupação não é com o teor total da obra, que traz até questões relacionadas ao racismo estrutural e isso é muito pertinente, mas com alguns trechos do livro que trazem uma abordagem, uma linguagem sexual explícita”, aponta, ressaltando que o que será analisado é se o livro corresponde à faixa etária indicada, que é a dos estudantes do ensino médio.

Leia mais:

Imagem de destaque
2x São Paulo

Área queimada no pantanal em 2024 já é 54% maior do que em ano de destruição recorde

Imagem de destaque
Saiba mais

Estudo atesta eficácia de tratamento mais barato para AVC pelo SUS

Imagem de destaque
Prata

Estudantes londrinenses são premiados em Olimpíada de Tecnologia

Imagem de destaque
Alerta de fraude

Faculdade confirma que ex-BBB Matteus Amaral burlou sistema de cotas ao se declarar preto



Questionado sobre a necessidade de retirar todos os livros das escolas para que a análise pudesse ser feita, Santos afirma que a decisão teve como base a cobrança dos pais. “A gente achou melhor, a fim de compreender a qual faixa etária, de fato, o livro seria adequado, recolher o livro para uma posterior análise para a gente ter uma segurança para o nosso estudante”, explica.

Publicidade


Santos detalha que a análise da obra será feita por técnicos e pelo corpo jurídico da pasta, assim como por órgãos ligados à criança e ao adolescente, como o Cedca (Conselho Estadual da Criança e do Adolescente).


Sobre os prazos, o diretor pontua que a retirada dos livros das escolas estava prevista para terminar nesta sexta-feira (8) e que a análise deve ocorrer ainda durante as próximas semanas. Caso a avaliação indique que a obra não é adequada para essa faixa etária, os livros, possivelmente, ficarão nos Núcleos Regionais de Educação.

Publicidade


O diretor da Seed-PR foi enfático ao dizer que a decisão não se trata de censura. “O nosso olhar é com relação à faixa etária do livro, é só com relação a isso”, aponta, comparando o livro aos filmes, que também trazem o aviso de restrição de idade.


Falta de autonomia

Publicidade


Para Margleyse Santos, secretária educacional do APP-Sindicato (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná), a retirada dos livros por parte da Seed-PR se assemelha à postura da ditadura militar e a Inquisição, quando os livros eram queimados. “É muito ruim [como] a questão foi tratada pela secretaria”, opina, complementando que foi a própria pasta que autorizou a vinda dos livros para as escolas e, agora, ordenou a retirada.


"A retirada dos exemplares de 'O Avesso da Pele' das salas de aula é mais um afronta da pasta contra os professores, como a imposição do trabalho pedagógico e a falta de autonomia por parte do docente. “[A situação] já vem vindo de uma forma sem que o professor possa ter um posicionamento”, reforça.


CONTINUE LENDO NA FOLHA DE LONDRINA

Imagem
Retirada de livro premiado das escolas do Paraná gera polêmica
Vencedor do principal prêmio literário do país, o romance "O Avesso da Pele", de Jeferson Tenório, faz um retrato do racismo estrutural
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade