Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Homenagem

Conheça James Baldwin, escritor e ativista estadunidense homenageado pelo Google

Natã Cordeiro - Estagiário*
01 fev 2024 às 11:00
- Google
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade
Nesta quinta- feira (1), a plataforma de pesquisa Google presta uma homenagem com um Doodle a James Baldwin, escritor e ativista dos direitos civis estadunidenses, conhecido por suas obras literárias que abordam temas de justiça social.


Baldwin nasceu em Nova York no dia 2 de agosto de 1924. Filho de David Baldwin e Emma Berdis Jones, cresceu no Harlem e enfrentou, desde jovem, a responsabilidade de ajudar a criar seus oito irmãos.


Em sua adolescência, Baldwin tornou-se ministro assistente em uma igreja local, influenciado por seu padrasto. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Nessa época, começou a publicar seus primeiros poemas, contos e peças teatrais na revista da escola. Sua paixão pela escrita ficou cada vez mais forte, e suas habilidades literárias começaram a se aprimorar.

Leia mais:

Imagem de destaque
Durante o pôr do Sol

Ana Castela, fenômeno do agronejo, encerra temporada de shows na ExpoLondrina

Imagem de destaque
Lançamento

'Dark Matter', novo álbum do Pearl Jam, é manifesto contra a passagem do tempo

Imagem de destaque
Último fim de semana da festa

Guilherme & Santiago e Jorge & Mateus agitam o público no oitavo dia da ExpoLondrina

Imagem de destaque
Entenda

Ex-todo poderoso da Globo, Boni transforma trilha do Fantástico em investimento


Durante sua juventude, precisou passar por diversos empregos para ajudar a sustentar a família. Ainda assim, Baldwin estabeleceu para si um objetivo em paralelo, escrever um romance.

Publicidade


PRIMEIRO ROMANCE 


Aos 20 anos, James Baldwin conquistou uma bolsa de estudos, podendo investir mais tempo para a criação do seu primeiro romance. Porém, ele só foi terminado 12 anos depois: 'Vá, Conta Isso na Montanha', uma história semi-autobiográfica que foi considerada, inclusive, uma das melhores novelas em língua inglesa do século 20.

Publicidade


Baldwin decidiu mudar-se para Paris dois anos depois, tentando uma nova bolsa de estudos. Essa grande distância de Nova York, permitiu a ele explorar ainda melhor suas experiências pessoais com uma maior liberdade de escrita. 


Nesse contexto, escreveu famosos ensaios como 'Notas de um Filho Nativo', 'Ninguém Conhece o Meu Nome' e 'A Próxima Vez, o Fogo'.

Publicidade


IMPACTO NA SOCIEDADE 


Nas obras de Baldwin, a masculinidade negra era representada de maneira poética e inovadora, transcendendo barreiras da sociedade da época. 

Publicidade


Seu segundo romance, 'Giovanni's Room', lançado em 1956, foi uma das primeiras obras a retratar profundamente a homossexualidade, ainda antes do movimento de libertação gay ganhar mais força no país.


Baldwin escreveu, também, sobre diversos outros temas, como o racismo. Uma obra de destaque é 'Se a Rua Beale Falasse', escrita em 1974, que é uma trágica história de amor ambientada no bairro em que ele cresceu, o Harlem.

Publicidade


Vale mencionar que a obra recebeu uma adaptação cinematográfica com o mesmo nome em 2018, e até mesmo levou um Oscar na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante, vencido por Regina King.


PRÊMIOS 

Publicidade


Foram muitos os premios vencidos por Baldwin entre eles  uma condecoração especial em 1986, com a Comandeur de la Légion d’honneur, a mais alta honraria que se poderia receber na França.


MORTE E LEGADO 


Baldwin Faleceu no ano seguinte em 1987 na cidade de Saint-Paul-de-Vence, na França, em decorrência de um câncer no estômago.


O legado de James Baldwin vai muito além de suas várias conquistas com as obras, já que os impactos de suas histórias na sociedade deram voz a histórias muito negligenciadas e inspiraram várias pessoas até hoje.


*Sob a supervisão de Caroline Knup Tonzar.


Imagem
Papa elege seu ghost-writer, autor de livro sobre beijos, como guardião da doutrina católica
Ao oficializar o arcebispo de La Plata, Victor Manuel Fernández, como o novo prefeito do Dicastério para a Doutrina da Fé, o papa Francisco pavimenta a reforma no histórico órgão da Igreja Católica


Imagem
Professores da UEL lançam livros sobre notícias falsas e intolerância política
As fake news e a intolerância política são dois temas centrais no debate público brasileiro neste começo da dé
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade