11/08/20
29º/14ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Não é indireta

Ludmilla diz que 'Cobra Venenosa' foi escrita para exaltar as mulheres

As especulações foram muitas, mas quem achou que a música "Cobra Venenosa", lançada nesta sexta-feira (3) pela cantora Ludmilla, 25, era uma resposta à mais recente briga entre ela e Anitta, 27, está enganado. A funkeira afirma que a canção foi escrita há três anos e com a ideia de valorizar as mulheres.

Reprodução / Instagram
Reprodução / Instagram


"Minha inspiração foi exaltar as mulheres que estão ao nosso lado, fortalecendo, acolhendo e apoiando. Esse bonde, ao qual me refiro na música, é o antídoto para o veneno que vemos no dia a dia. Sempre achei que essa música tinha potencial, mas todas as minhas expectativas foram superadas", diz a cantora ao F5 por email.

E olha que essas expectativas foram superadas antes mesmo do lançamento. Há algumas semanas, Lud mostrou um trecho da nova música aos fãs, o que gerou especulações sobre uma possível alfinetada em Anitta, mas também a fez ultrapassar a marca de 15 milhões de visualizações na soma de suas redes sociais.

Na quarta passada (1°), a cantora divulgou a capa de sua nova música de trabalho na qual aparece abraçada com uma cobra. Nela está estampado ainda o nome do DJ Will 22, como colaborador da faixa.

Ludmilla, que está passando a quarentena com a família, afirma que a inspiração para produzir tem oscilado bastante nesse período. Apesar disso, ela não desliga totalmente do trabalho. Além de todos os preparativos para o lançamento e clipe de "Cobra Venenosa", que incluiu um "apagão" em seu Instagram, ela não esconde a ansiedade para sua estreia como atriz.

"Estou muito animada. Vai ser demais. Por enquanto, estou fazendo o treino tático, de posicionamento, e estou muito animada. Quero logo entrar no set, provar o figurino [risos]", afirma ela, que já foi confirmada na segunda temporada de "Arcanjo Renegado" (Globoplay), em que viverá uma policial.

Enquanto isso não acontece, Lud aproveita a família. Além da mulher, Brunna Gonçalves, 28, ela afirma estar curtindo a mãe, Silvana, 46, para quem fez uma festa surpresa na semana passada, e está mais perto da avó.

ESPERANÇA

Além do isolamento social, a quarentena também tem sido marcada por protestos antirracismo, que acabaram se espalhando por todo o mundo, após a morte do segurança americano George Floyd durante uma abordagem policial. Questionada, Lud afirma que vê toda essa mobilização "com muita esperança".

"O caminho é nos mobilizarmos e aliar a transformação a isso. Por exemplo, com quantas pessoas pretas você convive? É a regra do olhar para o lado: você olha para o lado e vê quantas pessoas pretas estão na empresa em que você trabalha, nos lugares que você frequenta. E pensar depois como os pretos podem estar cada vez mais presentes nesses espaços."

"É uma desconstrução e reconstrução diária", continua a cantora, reafirmando que o racismo está no dia a dia das pessoas pretas e que ela sente isso na pele. "Entendo cada vez mais a importância do espaço que eu ocupo e quero aprender cada vez mais e usar minha voz para buscar a mudança e a transformação que quero ver."

Ludmilla chegou a denunciar ataques racistas que recebeu nas redes sociais, há algumas semanas. "O povo preto é potência e resistência. O racismo criminoso é uma tentativa de tirar nossa humanidade. Só que a gente não vai se calar e não vai abaixar a cabeça", disse a funkeira na ocasião.
Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Conteúdo relacionado:
SBT
Após deixar Globo, Renato Aragão diz que participaria do 'A Praça é Nossa' no SBT
Polêmica
Mel Lisboa expõe professora da filha após apontar machismo em fala
Parceria
Após rejeitar Globo, Manu Gavassi conversa com Netflix sobre projetos
Continue lendo
Mente aberta
Anitta diz que troca de namorado como troca de roupas
10 AGO 2020 às 16h02
Positivo
Antonio Banderas afirma estar com Covid-19 em seu aniversário
10 AGO 2020 às 15h24
Família
Milton Nascimento recebe certidão de reconhecimento do filho adotivo e chora
10 AGO 2020 às 14h54
Trolou
Cantor Zé Felipe cai em pegadinha da namorada no dia dos pais
10 AGO 2020 às 11h48
Polêmica
'Fui errada e preciso melhorar', diz Marília Mendonça ao se desculpar após fala transfóbica
10 AGO 2020 às 09h59
'Desejo de transformação'
'Matrix' é metáfora sobre aceitação e transição de gênero, diz diretora
10 AGO 2020 às 09h18
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados