Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
'Falha imperdoável'

Mais Você exibe macaco enquanto tratava de racismo sofrido por filhos de Ewbank e Gagliasso

Bruno Souza - Estagiário*
01 ago 2022 às 16:20
- Reprodução/ Twitter
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O matinal da TV Globo Mais Você exibiu, nesta segunda-feira (1º), a imagem de um macaco enquanto a apresentadora do programa, Ana Maria Braga, falava sobre o caso de racismo sofrido pelos filhos do casal Giovana Ewbank e Bruno Gagliasso em Portugal, no último sábado (30).


Ana Maria pediu as imagens do depoimento de Ewbank, dado ao Fantástico no domingo (31), e, ao invés do relato da atriz, o animal apareceu na tela, deixando a apresentadora constrangida e sem reação.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Nas redes sociais, a veterana das manhãs se pronunciou, anunciando a demissão do responsável pelo ocorrido. "É uma falha imperdoável. Eu queria só dizer pra vocês que eu vim me desculpar e a pessoa responsável por isso não faz mais parte da nossa equipe. Desculpa", disse.

Leia mais:

Imagem de destaque
Estreia nesta quinta

Treinador londrinense participa da 3ª temporada de 'Largados e Pelados'

Imagem de destaque
Resultado apertado

BBB 24: Deniziane é a nona eliminada do reality com 52,02% dos votos

Imagem de destaque
Depois de 2 meses

Disney deixa briga com Elon Musk de lado e volta a usar X em transmissões da ESPN

Imagem de destaque
Em dinâmica

MC Bin Laden ganha Poder Curinga, que garante imunidade no Paredão do BBB 24


Entenda

Publicidade


No último sábado, um vídeo de Giovanna Ewbank gritando com uma mulher em uma praia de Portugal movimentou a Internet. Logo foi noticiado que se tratava de um episódio de racismo sofrido pelos filhos da atriz e do ator Bruno Gagliasso.


Na entrevista dada ao Fantástico, o casal afirmou que a mulher havia proferido palavras racistas não somente às crianças, mas a uma família de angolanos que estava em um restaurante, gerando a revolta de Giovanna, que confessou ter agredido a mulher. Após ter sido levada presa, a acusada de racismo foi liberada.

Publicidade



*Sob supervisão de Fernanda Circhia

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade