06/04/20
32º/19ºLONDRINA
PUBLICIDADE
|
Três décadas

Primeiro episódio de 'Os Simpsons' foi um especial de Natal exibido há 30 anos

Em tempos em que especiais de Natal provocam confusões nas redes sociais e debates que ganham esferas jurídicas, é curioso lembrar que o primeiro episódio de 'Os Simpsons' - exibido no dia 17 de dezembro de 1989, há exatos 30 anos - foi justamente um especial de Natal.

Divulgação
Divulgação


'Simpsons Roasting on an Open Fire' era na verdade para ser o oitavo episódio da primeira temporada, mas com problemas de animação de 'Some Enchanted Evening' (o primeiro capítulo produzido da série), o especial de Natal foi ao ar primeiro.

Na estreia, Homer descobre que não receberá o bônus de Natal na indústria nuclear onde trabalha, e Marge precisa utilizar todas as economias para as festas de fim de ano numa cirurgia a lazer para eliminar uma tatuagem que Bart começou a fazer (ele ia escrever "Mother", mãe, em um coração no seu braço, mas Marge chega antes do fim e o que termina escrito é "Moth", mariposa). A cirurgia de remoção à laser é um dos grandes indicativos de como a série se desenvolveria nos 30 anos seguintes.

Para conseguir algum dinheiro para os presentes de Natal, Homer então arranja um emprego temporário como Papai Noel de shopping. Quando Bart vai visitar o bom velhinho (e tentar arrancar sua barba, depois de uma aposta com Millhouse), descobre que ele é Homer e o patriarca explica a situação toda. Bart então diz: "pai, tudo bem, se você se rebaixou tanto por nós é sinal que nos ama mesmo".

O problema é que Homer recebe apenas US$ 13 (líquidos) pelo trabalho, e bem na noite de Natal. O bebum Barney, então, leva pai e filho para uma corrida de cachorros - lá, Homer aposta as 13 pratas num dos bichos, Santa's Little Helper (o Ajudante de Papai Noel). Prevendo um milagre de Natal, a confiança é enorme. Mas claro que o cachorro chega em último. Insatisfeito com a performance do cão, o dono o manda embora e Homer pega o bichinho no colo e o leva para casa, dando um final feliz ao primeiro Natal dos Simpsons.

O criador da série, Matt Groening, teve a ideia dos Simpsons para funcionar como esquetes do The Tracey Ullman Show, em que seu amigo, James L. Brooks, era produtor. Os primeiros rascunhos apresentam muitas diferenças do desenho e foram exibidos dois anos antes, em 1987.

Em 1989, porém, um time de produtores bancou a ideia e os episódios começaram a ser animados e exibidos pela Fox. Brooks acrescentou ao contrato uma cláusula que impedia a rede de fazer alterações de conteúdo na série, e Groening já chegou a afirmar que a sua ideia era oferecer entretenimento de qualidade e não "o lixo" a que as pessoas estariam acostumadas na TV.

A Fox encomendou 13 episódios para a primeira temporada. O primeiro foi escrito por Mimi Pond, dirigido por David Silverman, teve storyboard de Rich Moore e desenhos de Eric Stefani (irmão da cantora Gwen Stefani).

'Simpsons Roasting on an Open Fire' foi indicado a dois Emmy, o de melhor animação com menos de uma hora e o de edição em animação ou especial, mas acabou perdendo para o nono episódio também dos Simpsons, 'Life on the Fast Lane'.

A série acabou se tornando a mais longeva da história da TV americana quando o assunto são programas roteirizados, com 31 temporadas e 672 episódios, e foi eleita pela revista Time como a melhor série de TV do século 20.
Guilherme Sobota
Agência Estado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Pelo amor de Deus!
Jorge e Mateus fazem live de 4h e incentivaram fãs a fazerem doações
05/04/2020 12:10
Globo aguarda apuração
Após polêmica, Fantástico desiste de exibir reportagem com Felipe Prior
05/04/2020 12:07
Villa Mix Esperança
Festival de música reprisará show de Cristiano Araújo via live e receberá doações de fãs
05/04/2020 10:30
Presente
Empresa promete carro 0 km a Babu após ele perder prêmio na Prova do Líder
03/04/2020 15:34
Racismo?
Gizelly compara maquiagem de Thelma a barro e é criticada
03/04/2020 11:47
Veja mais e a capa do canal