Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Curiosidade dos bastidores

Wagner Moura conta ter quebrado nariz de instrutor do Bope nas gravações de 'Tropa de Elite'

Folhapress
18 abr 2024 às 13:45
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

São 17 anos desde que interpretou o Capitão Nascimento em "Tropa de Elite" e outro inúmeros filmes de sucesso, mas Wagner Moura continua falando sobre os personagem do longa do diretor José Padilha.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Cultura

Abertura da Expo Japão leva dança e música ao Calçadão de Londrina

Imagem de destaque
Luca Kumahara

Globo terá atleta trans entre comentaristas da Olimpíada de Paris

Imagem de destaque
76 anos de profissão

'Eu vivo procurando emprego', diz Ary Fontoura sobre trabalho

Imagem de destaque
Desvio de doações

Jornalistas indiciados por 'escândalo do pix' movimentaram R$ 3,4 milhões em um ano

O ator baiano, que está em cartaz nos cinemas com o filme americano "Guerra Civil", contou uma curiosidade dos bastidores das gravações. Faixa roxa em Jiu Jitsu, ele quebrou o nariz de um policial.

Publicidade


"Era uma preparação sinistra e eu quebrei o nariz de um cara do Bope. Foi louco, porque o cara ficava me provocando no treinamento. E aí teve uma hora que ele falou uma coisa lá do meu filho e eu quebrei o nariz dele", contou Moura em entrevista ao podcast Podpah, nesta terça-feira (16). "Ele adorou. Falou: 'É isso aí. Agora sim!'.Era barra pesada", acrescentou o ator.


Ele recordou vários momentos das gravações e analisou Capitão Guimarães. "Todo personagem que você faz, você tem ele dentro de você. Você não vai buscar nada que não conhece. Eu sei o que é aquela raiva, sei o que é aquela violência. Todo mundo tem tudo de ruim e tudo de extraordinário, de lindo, de belo. O ser humano é essa complexidade", explicou.


Para filmar a sequência "Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora é Outro", Wagner Moura reconheceu que não queria fazer a produção. Ele contou que foi convencido pelo diretor José Padilha. "O Zé Padilha foi muito bom no convencimento, me ligou bastante", comentou.


Imagem
Netflix apresenta teaser de Cem Anos de Solidão, série baseada em romance de Gabriel García Márquez
A Netflix tem o orgulho de apresentar as primeiras imagens de Cem Anos de Solidão, série baseada no célebre romance de Gabriel García Márquez. A série será lançada ainda em 2024.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade