Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Novo comandante

Autuori prioriza defesa em 1º treino tático no São Paulo

Agência Estado
12 jul 2013 às 13:49
- Site Oficial / saopaulofc.net
Publicidade
Publicidade

Paulo Autuori iniciou seus trabalhos à frente do São Paulo na quinta-feira, mas apenas nesta sexta é que ele efetivamente pôde trabalhar com o elenco titular e já deixou claro que o primeiro ponto a atacar é a deficiência no setor defensivo.

Em atividade realizada no CT da Barra Funda, o treinador focou bastante o posicionamento em exercícios de ataque contra defesa e parou o treino diversas vezes para corrigir os atletas e melhorar a cobertura. Um dos pilares da reação no ano passado, a defesa tem sido alvo de pesadas críticas pelo excesso de gols sofridos e já foi vazada 47 vezes em 41 jogos na temporada.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


"A equipe tem sofrido gols e precisa melhorar a parte defensiva, começamos a armar um time sempre de trás para a frente; temos talento suficiente para resolver as coisas na frente, por isso vou melhorar isso (a defesa) para quem é da criação correr mais riscos e isso só se faz quando eles veem que lá atrás está seguro", explicou o treinador.

Leia mais:

Imagem de destaque
Contratação

Corinthians anuncia goleiro Hugo Souza, do Flamengo, por empréstimo

Imagem de destaque
Dia do milésimo gol

Lei nº 14.909 institui 19 de novembro como Dia do Rei Pelé

Imagem de destaque
Entenda

Presidente não segura pressão e frustra diretor ao demitir António Oliveira

Imagem de destaque
Ficou em segundo

Brasil empata com a Colômbia e vai encarar o Uruguai nas quartas de final da Copa América


Ao contrário de Ney Franco, que durante 2013 alternou inúmeras vezes o esquema tático e foi indiretamente criticado pelos jogadores, Autuori já deixou claro que vai armar o time tricolor sempre no 4-4-2, fazendo apenas algumas alterações no formato do meio-campo.

"Posso jogar com dois meias, que é como eu gosto mais, ou então no formato de diamante, que são três jogadores em linha mais recuados e um meia avançado, aquele chamado ''enganche'' na Argentina. E fazer isso dar certo é a minha responsabilidade e meu trabalho", enfatizou o comandante, que neste domingo, contra o Vitória, no Barradão, pelo Brasileirão, não terá o zagueiro Rafael Toloi, lesionado.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade