Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Vai cair?

Corinthians vê pressão subir e espera reação contra Fluminense para manter António

Lucas Musetti Perazolli - UOL/Folhapress
27 abr 2024 às 17:00
- Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Publicidade
Publicidade

A diretoria do Corinthians espera por uma reação contra o Fluminense para definir sobre a manutenção do técnico António Oliveira no comando.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Brasil

Vini Jr gosta de jogo grande e tem Copa América para virar chave na seleção

Imagem de destaque
Balanço

Para Abel, Palmeiras melhorou sem Endrick e cia., mas Dudu terá de remar

Imagem de destaque
Campeonato Brasileiro

Como Tite e comissão do Flamengo pilharam jogadores para buscar gols no fim

Imagem de destaque
Reformulação

Brasil estreia na Copa América em busca de nova identidade

O Corinthians viu a pressão subir após a cobrança das torcidas organizadas nesta semana. Os grupos conversaram com o presidente Augusto Melo, o executivo Fabinho Soldado e o treinador António Oliveira.

Publicidade


As organizadas prometeram apoio, mas também fizeram cobranças duras. O aviso é que a exigência vai aumentar se o Timão não jogar bem diante do Fluminense, domingo, na Neo Química Arena.


O presidente Augusto Melo pretende segurar António, porém, sabe que o recado do estádio vale muito no clube. Se ao apito final o resultado não for positivo, a panela de pressão vai ferver.

Publicidade


Augusto já optou pela saída de Mano Menezes e iria contra seus discursos de continuidade de técnicos se demitisse António. Seriam duas trocas logo no primeiro semestre de gestão.


Ao mesmo tempo, o mandatário entende que não pode dar murro em ponta de faca. Em que pese a admissão de que o elenco precisa de reforços, há também o entendimento que esse grupo pode jogar melhor.

Publicidade


Pressionado, António prepara mudanças no time para enfrentar o Fluminense. O treino de sexta-feira apresentou cinco mexidas: Matheuzinho, Cacá, Breno Bidon, Gustavo Mosquito e Wesley.


Há duas incógnitas: Cássio e Fagner. Cássio pode dar lugar a Carlos Miguel depois dos erros sucessivos. Já Fagner foi alvo dos torcedores organizados pela falta de comprometimento.


O Corinthians ainda não procurou outro técnico, mas o jogo de domingo será decisivo pela permanência ou não de António.


Imagem
Indefinição sobre Cássio pode dar sobrevida a Carlos Miguel no Corinthians
O goleiro Carlos Miguel está de olho na situação de Cássio enquanto avalia o futuro no Corinthians.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade