Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
De saída

Flamengo vê 'clima de adeus' por Fabrício Bruno; Ortiz é favorito à vaga

Luiza Sá - UOL/Folhapress
27 mai 2024 às 14:00
- Reprodução/Facebook
Publicidade
Publicidade

Enquanto o Flamengo avança nas conversas para a venda do zagueiro Fabrício Bruno, Léo Ortiz vive a expectativa de assumir a vaga no time titular.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


CLIMA DE DESPEDIDA?

Leia mais:

Imagem de destaque
Histórico

Palmeiras abre o cofre e deve bater recorde com quase R$ 200 mi em reforços

Imagem de destaque
Começa nesta quinta

Brasil busca 10º título da Copa América, que pode ter despedidas de Messi e Suárez

Imagem de destaque
Análise

Messi diz acreditar em Copa América equilibrada e lamenta desfalque de Neymar

Imagem de destaque
No z4

Inter vence com golaço e faz Corinthians entrar no Z4 e mergulhar na crise


Marcos Braz admitiu as negociações em andamento para a venda de Fabrício Bruno. O vice-presidente de Futebol do Flamengo indicou que o zagueiro está perto do adeus.

Publicidade


"Se o jogador se desligar do Flamengo, esses próximos dois jogos poderão ser os último do Fabrício Bruno no Flamengo neste ciclo", disse Braz, no Jogo Solidário.


O time rubro-negro tem jogo pela Libertadores e Brasileiro. A equipe de Tite pega o Millonarios pela fase de grupo da competição continental e tem o clássico com o Vasco pelo Brasileiro.

Publicidade


FUTURO SEM FABRÍCIO


Léo Ortiz chegou ao Rubro-Negro em março, após "novela" com Red Bull Bragantino. A transação movimentou R$ 45,7 milhões.

Publicidade


Ele é o principal candidato a virar titular no Fla. Com a saída de Bruno, a tendência é que o ex-Massa Bruta seja o escolhido para a posição. Como atua pelos dois lados, o zagueiro já foi utilizado nas duas posições da linha e também como volante.


O jogador foi um pedido do técnico Tite. Os dois já tinham trabalhado juntos na seleção brasileira e o treinador viu uma boa oportunidade de contar com ele novamente.

Publicidade


A relação com o treinador é de "lealdade", como definem pessoas mais próximas do dia a dia. Os dois conversam com alguma frequência. Léo já chegou sabendo que o modelo de trabalho de Tite não era de fazer mudanças bruscas nos times e, portanto, foi ganhando algumas oportunidades em partidas específicas.


Os números de Ortiz chamam a atenção. Em cinco jogos, ele marcou um gol, não cometeu faltas, não levou dribles e é o líder do time em duelos ganhos.

Publicidade


O zagueiro é muito interessado em analisar as estatísticas. Geralmente o pai dele levanta os números para que eles possam analisar e debater sobre o assunto.


Léo Ortiz também chegou a cursar faculdade de fisioterapia. Ele não concluiu, mas fazer uma parte disso contribui para que ele tenha cuidado especial nesse sentido. Na casa dele há toda estrutura para este tipo de cuidado.


O zagueiro já contou que a família não estava mais no Rio quando ele marcou o primeiro gol. Os pais dele vivem no Rio Grande do Sul. Os dois estão em segurança, mas Léo Ortiz divide as atenções com a tragédia que atingiu o estado. Ele participou da arrecadação de doações para as vítimas.


Imagem
Brasileiros do Real Madrid terão prazo maior para se apresentar à seleção
Convocados para a Copa América, o zagueiro Eder Militão e os atacantes Rodrygo e Vinicius Júnior vão se juntar à seleção brasileira apenas no dia 5 de junho
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade