Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Meme

Livre, soldado Charles conta como 'sobreviveu 10 anos na Arena'

Eder Traskini - UOL/Folhapress
02 fev 2024 às 14:35
- Reprodução/Twitter
Publicidade
Publicidade

A vitória do São Paulo contra o Corinthians na Neo Química Arena valeu ainda mais do que a quebra do tabu para um torcedor são-paulino em específico: Charles Xavier, que ficou conhecido como soldado Charles nas redes sociais e foi "resgatado" pelo clube tricolor com o resultado.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


ENTENDA O MEME

Leia mais:

Imagem de destaque
Enfrentamento ao rascismo

Futebol será dividido entre antes e depois da condenação por ataques racistas contra Vini Jr., dizem especialistas

Imagem de destaque
Chances

Zubeldía vê jovens como opções, e base do São Paulo 'ressurge' após Carpini

Imagem de destaque
E Barcelona

Corinthians se espelha no Real Madrid por reformulação

Imagem de destaque
Treino antes de amistoso

Dorival dá pista de Endrick no banco em treino da seleção brasileira


Em 2015, o torcedor Charles Xavier fez uma postagem em uma rede social que se tornaria meme pelo resultado do jogo. Charles escreveu que estava no estádio do rival para o jogo e que só sairia de lá com a vitória. Naquela tarde, o São Paulo perdeu por 6 a 1.

Publicidade


A zoação com Charles foi aumentando ao longo dos anos diante do tabu que se formou: o São Paulo nunca havia vencido o Corinthians na Neo Química Arena desde sua inauguração, em 2014. A brincadeira, então, era que o torcedor estava preso no estádio desde a data da postagem, esperando a vitória para poder sair.


No clássico de terça-feira, as redes relembraram o meme antes do resultado final e fizeram uma 'campanha' pelo que chamavam de 'Resgate do soldado Charles', em referência ao filme "Resgate do soldado Ryan". A brincadeira viralizou de vez quando o próprio Charles apareceu nas redes fazendo coro.

Publicidade


Após a vitória, Charles surpreendeu a todos postando um vídeo seu deixando saindo da Neo Química Arena, ou seja, "sendo libertado". O São Paulo entrou na brincadeira e fez um vídeo com o atacante Luciano falando sobre o 'resgate do soldado Charles'.


A reportagem localizou Charles Xavier e o torcedor concedeu entrevista à reportagem. Ele contou que resolveu ir ao jogo de última hora e brincou sobre a situação como um todo.

Publicidade


O QUE DISSE O 'SOLDADO' CHARLES


'Sobreviver na Arena por 10 anos'. "Hoje estou vivendo bem, voltei a viver normal, comer bem. Mas antes era só resto de fast food, um pouco de refrigerante, me escondi na arquibancada, na sala de troféu. Estava complicado"

Publicidade


Ingresso de última hora e bronca. "Pessoal acha que eu fui em todos os jogos, mas não. Eu fui no trágico 6 a 1 e no próximo, depois não fui mais. São Paulo ficou oito anos sem ganhar depois disso e poderia ter ganhado em qualquer momento. De última hora eu decidi ir nesse porque um amigo, o Eduardo, tinha um ingresso sobrando, pedi dinheiro emprestado, tudo no mesmo dia, para ir. Minha esposa não sabia que era torcida única, ficou sabendo que eu já estava lá, me xingou, falou que ia me matar quando chegasse em casa"


Luciano e a história de cinema. "Foi bem legal, eu nem tinha acreditado que era o São Paulo. Achei que tivesse sido o Luciano no perfil dele. Quando vi que era o São Paulo achei muito legal. Eu mesmo tinha postado a minha saída lá em Itaquera, quando começou a viralizar, mas estava com medo. Foi uma história de cinema: eu estava lá e depois postei saindo. Falar que não foi o destino, não dá pra acreditar em outra coisa.

Publicidade


Desapareceu do trabalho na época. "Esse dia não tem como não lembrar. Era um grupo de futebol e zoação, eu era bastante ativo, sempre postava alguma coisa. Só que aí meu post viralizou mais pelo resultado trágico. Fui muito zoado neste dia, em casa, no serviço... Fiquei uma semana sem aparecer no trabalho. Pessoal achou que eu tinha ficado lá mesmo"


A campanha viral. "O post sempre foi resgatado pelos corintianos. Dessa vez foram os são-paulinos. Corintianos postavam zoando e, quando perdia, os são-paulinos postavam me xingando, que eu ziquei, que a maldição de Itaquera era minha. Nesse último jogo pegou bastante, criaram uma corrente no Twitter, começaram a me marcar. Até então, eu estava desaparecido, pessoal achou que eu tinha morrido porque ninguém me achava durante esses dez anos. Aí eu apareci e isso ficou mais forte ainda. Nunca viralizou tanto como dessa vez".


Imagem
Corinthians mergulha na crise após 4 jogos, e Mano e direção já divergem
Quatro jogos bastaram para o Corinthians entrar em crise. Após perder por 2 a 1 para o São Paulo, o clube viu a turbulência aumentar ainda mais.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade