Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Análise

Messi diz acreditar em Copa América equilibrada e lamenta desfalque de Neymar

UOL/Folhapress
20 jun 2024 às 11:00
- Reprodução/Facebook PSG
Publicidade
Publicidade

Lionel Messi conversou com a imprensa argentina e falou sobre suas expectativas para mais uma Copa América. A entrevista foi publicada pelo veículo TyC Sports.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Entenda

Como Filipe Luís ajuda na transição para os profissionais do Flamengo

Imagem de destaque
Fica ou sai?

Craque da Copa América e vice-campeão, James reacende dúvida no São Paulo

Imagem de destaque
Pé frio

Harry Kane é vice mais uma vez e vê Inglaterra seguir jejum de 58 anos

Imagem de destaque
Zona de classificação

Derrota em Minas Gerais volta a pressionar o Londrina EC por vaga no G8

Apesar de acreditar que a Argentina é a melhor seleção por ser a atual campeã do mundo, Messi diz que isso não garante o título da Copa América. O jogador destacou a dificuldade de enfrentar equipes como Equador, Colômbia, Uruguai e Brasil.

Publicidade


O capitão da seleção argentina vê muito equilíbrio entre os times e analisou como fica o Brasil sem Neymar. Para o craque, a ausência do ex-companheiro de Barcelona e PSG é uma lástima, mas não diminui o potencial brasileiro.


"Vai ser muito equilibrada, todas as seleções são complicadas. O Equador tem uma geração de garotos muito boa, que sabem bem o que querem, são intensos, sabem o que fazem com a bola e são fortes fisicamente. Como eles, também Colômbia, Uruguai e o Brasil, nem preciso falar. Por isso digo que será equilibrada e nosso grupo está consciente de que vai ter que fazer o mesmo e mais para voltar a ganhar", explicou Messi.


"É uma pena a ausência de Neymar, mas de jogadores eles têm um milhão. O Brasil sempre tem jogadores de sobra porque continuamente traz jogadores diferentes. Se o Ney não está aqui, porque teve um ano difícil e não chegou, eles têm um milhão... Eles têm uma equipe muito forte, muito competitiva. O Brasil é como a Argentina: é candidato e vai querer ganhar a Copa América", concluiu.


Imagem
Seleção usa saliva para monitorar hidratação e tem estratégia contra calor
A seleção brasileira adquiriu um novo equipamento e tem uma estratégia definida contra o forte calor que vai enfrentar nos Estados Unidos durante a Copa América.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade