Pesquisar

Canais

Serviços

Semana cheia

Palmeiras: Abel deve poupar na Libertadores, e volta a criticar FPF

Flavio Latif - UOL/Folhapress
01 abr 2024 às 11:30
- Fabio Menotti/Palmeiras
Publicidade
Publicidade

Abel Ferreira indicou em coletiva de imprensa após a derrota para o Santos que poupará jogadores na estreia do Palmeiras na Copa Libertadores contra o San Lorenzo, na quarta-feira (3), às 21h30 (de Brasília), no estádio El Nuevo Gasómetro.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Veja a nota do atacante

Gabigol é multado e perde a 10 do Fla após foto com camisa do Corinthians

Imagem de destaque
Sedes

Veja os estádios que receberão jogos da Copa do Mundo feminina 2027

Imagem de destaque
Entenda

Reformulação no Palmeiras contará com reforço de peso e zagueiro talentoso

Imagem de destaque
De acordo

São Paulo: Lucas revela conversa com Zubeldía e onde vai jogar com técnico

"Decidimos que só tomaríamos essa decisão depois desse jogo [contra o Santos]. Vocês viram o jogo que eu vi. Estamos falando de jogadores que vieram da seleção e não dormiram. Endrick teve problema no último jogo, Veiga também. Murilo veio da seleção, não jogou. Isso tem coisas boas e ruins. Vamos analisar o jogo de hoje e ver se eu troco todos, alguns, não troco...", disse Abel.

Publicidade


A decisão será tomada nesta segunda. Abel disse que isso foi decidio pela comissão técnica que queria esperar pelas análises médicas e físicas que serão feitas na academia de futebol.


No ano passado Abel escalou um time reserva para estrear na Libertadores em La Paz. A situação era semelhante à de hoje: a estreia foi entre a primeira e a segunda partidas da final do Paulistão. O Palmeiras tinha perdido para o Água Santa e precisaria reverter uma desvantagem de um gol no segundo jogo, como nesse ano.

Publicidade


Em 2002 Abel optou por um time misto para a primeira partida da competição internacional. Esse jogo foi uma situação diferente, logo depis do título estaudal contra o São Paulo e a três dias da estreia no Brasileirão. A semelhança é o aperto no calendário.


Convocados por Dorival Jr devem ter descanso. Endrick ainda sente dores na coxa direita e quer estar 100% recuperado para o jogo decisivo da final do Paulistão -existe a chance do camisa 9 nem viajar com o elenco para a Argentina para se preservar. Murilo 'treinou pouco na seleção', segundo Abel, e teve problemas com a mudança de fuso horário.

Publicidade


Veiga é outro citado pelo treinador. Apagado em campo na derrota de domingo, o jogador vem de um problema físico na semifinal, como revelou Abel.


Ríos é opção para a Libertadores. O jogador foi reserva contra o Santos, teve uma boa data Fifa com a Colômbia e pode ser titular contra o San Lorenzo.

Publicidade


Gustavo Gómez, recuperado de lesão, também pode voltar aos titulares na Libertadores. O zagueiro paraguaio se recuperava de uma fratura no dedo do pé esquerdo, mas iniciou a transição física no início da semana e participou de toda a preparação do Alviverde para o primeiro jogo da final.


Abel criticou a FPF por ter menos de preparação que o adversário da final. O Santos jogou a semifinal na quarta e o Palmeiras na quinta, ficando com um dia a menos de descanso.

Publicidade


"A Federação Paulista de Futebol tinha que ter cuidado, porque são duas equipes que são de São Paulo, de dar mas mesmas condições para os dois clubes pelo menos na última semana".


Foi a segunda vez neste ano que ele reclamou do mesmo tema. No início da temporada, o técnico não gostou de ter que enfrentar o RB Bragantino na mesma semana que jogaria a final da Supercopa contra o São Paulo -o Tricolor teve um dia a mais de descanso.

Publicidade


O técnico português disse que esse é o tema que ele mais aborda quando participa de reuniões com a Federação Paulista ou a CBF. Ele enfatiza que pede sempre três dias completos de intervalo entre um jogo e outro como o mínimo para se ter um time jogando perto do máximo rendimento em todas as partidas.


Em 2021, o Palmeiras teve um jogo contra o Defensa y Justicia pela fase de grupos da Libertadores antes do primeiro jogo da final do Paulistão contra o São Paulo e poupou todos os titulares — até o goleiro Weverton.


O time entrou em campo com: Jailson; Danilo Barbosa, Luan e Vanderlan; Lucas Lima, Danilo, Zé Rafael, Viña e Gustavo Scarpa; Wesley e Willian Bigode.


No ano passado, o Palmeiras encarou o mesmo cenário de 2024: pegou o Bolívar em La Paz, na estreia da Libertadores, entre os jogos da final contra o Água Santa.


Abel também levou a campo um Palmeiras muito alternativo: Marcelo Lomba; Mayke, Naves, Luan e Vanderlan; Jailson, Fabinho e Artur; Gustavo Garcia, Breno Lopes e Flaco López.


Em ambos os jogos o Palmeiras saiu derrotado. Perdeu por 4 a 3 contra o Defensa y Justicia no Allianz Parque, e 3 a 1 contra o Bolívar.


Imagem
Santos se impõe e sai na frente do Palmeiras na decisão do Paulista
Está em vantagem o Santos na decisão do Campeonato Paulista.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade