Pesquisar

Canais

Serviços

Ganhou a primeira

Santos se impõe e sai na frente do Palmeiras na decisão do Paulista

Folhapress
31 mar 2024 às 20:35
- Raul Baretta/Santos FC
Publicidade
Publicidade

Está em vantagem o Santos na decisão do Campeonato Paulista. A equipe alvinegra teve uma boa atuação na noite de domingo (31), na Vila Belmiro, em Santos, e venceu o primeiro jogo da final estadual. Otero, de cabeça, completando boa jogada de Guilherme, definiu a vitória por 1 a 0 da formação do litoral sobre o Palmeiras.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Veja a nota do atacante

Gabigol é multado e perde a 10 do Fla após foto com camisa do Corinthians

Imagem de destaque
Sedes

Veja os estádios que receberão jogos da Copa do Mundo feminina 2027

Imagem de destaque
Entenda

Reformulação no Palmeiras contará com reforço de peso e zagueiro talentoso

Imagem de destaque
De acordo

São Paulo: Lucas revela conversa com Zubeldía e onde vai jogar com técnico

A competição será definida no próximo domingo (7), no Allianz Parque, em São Paulo, onde um eventual empate beneficiará o clube preto e branco. Atual bicampeã, a agremiação alviverde terá de ganhar por ao menos dois gols de diferença ou triunfar por um e brigar pelo tri em uma disputa por pênaltis.

Publicidade


Na Vila, houve equilíbrio na etapa inicial. O Santos tomava a iniciativa e controlava a bola na maior parte do tempo, porém enfrentava a ameaça das chegadas rápidas e objetivas do Palmeiras, que teve a melhor chance construída antes do intervalo: aos cinco minutos, Flaco López recebeu de Endrick em contra-ataque, na frente de João Paulo, e não conseguiu tirar a bola do alcance do goleiro.


Embora não tenham conseguido uma oportunidade tão clara antes do intervalo, os donos da casa tiveram volume de jogo e chegaram com perigo à área do rival. Guilherme causava problemas ao adversário pela ponta esquerda, onde achou espaço para três finalizações, mas os times desceram ao vestiário sem gols.

Publicidade


A única alteração para o segundo tempo -realizada ainda no finzinho do primeiro, por lesão- foi a presença de Morelos no ataque alvinegro, no lugar de Julio Furch. O panorama, no entanto, não mudou, e o Santos voltou a apostar nos avanços pelo lado esquerdo, onde encontrou o caminho para a rede.


Aos três minutos, Guilherme recebeu de Pituca no mano a mano com Marcos Rocha, driblado com facilidade. O cruzamento chegou à entrada da pequena área. Piquerez cochilou e permitiu que Otero cabeceasse livre, ainda que no meio do gol. Weverton preferiu arriscar o canto esquerdo e viu o placar apontar 1 a 0.

Publicidade


O Palmeiras tinha bastante dificuldade e vivia seu pior momento no embate, o que levou Abel Ferreira a fazer três substituições de uma vez, aos 20: entraram Richard Ríos, Lázaro e Rony nas vagas de Zé Rafael, Endrick e Flaco López. Fábio Carille respondeu trocando Giuliano e Otero por Cazares e Pedrinho.


Abel ainda apostou em Vanderlan e Estêvão, e o Palmeiras conseguiu estabelecer alguma pressão nos 15 minutos derradeiros. Rony apareceu bem para finalizar duas vezes, errando o alvo em uma e parando em João Paulo em outra. O goleiro voltou a aparecer bem para impedir gol contra de Felipe Jonatan, e o Santos terminou a primeira perna da decisão em vantagem.

Publicidade


NEYMAR


O atacante Neymar roubou a cena antes do início do jogo de ida da final entre Santos e Palmeiras. O jogador entrou no gramado da Vila Belmiro com a taça do Paulistão.

Publicidade


Ele levou o troféu até o centro do gramado e se juntou aos também ídolos santistas Clodoaldo e Pepe, o Canhão da Vila.


FICHA TÉCNICA

Publicidade


SANTOS 1x0 PALMEIRAS

Competição: 1º jogo da final do Campeonato Paulista
Data e hora: 31 de março de 2024, às 18h (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Público: 15.946
Renda: R$ 1.075.330,00
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gassee Fabrini Bevilaqua Costa
VAR: Daiane Muniz dos Santoso
Cartões amarelos: Aderlan, João Schmidt e Morelos (SAN); Estevão e Zé Rafael (PAL)
Gols: Otero, aos 2 minutos do 2º tempo (SAN)


Santos: João Paulo; JP Chermont (Aderlan), Gil, Joaquim e Felipe Jonatan; João Schmidt (Tomás Rincon), Diego Pituca e Giuliano (Cazares); Otero (Pedrinho), Guilherme e J. Furch (Morelos). Técnico: Fabio Carille.


Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Murilo, Piquerez (Vanderlan); Mayke (Estevão), Aníbal Moreno, Zé Rafael (Richard Ríos), Veiga; Flaco López (Rony), Endrick (Lázaro). Técnico: Abel Ferreira.


Imagem
Golaços, tabu mantido e polêmicas: finais de Estaduais no sábado pegam fogo
Os jogos de ida de sábado (30) de decisões de diversos Estaduais pelo Brasil contaram com golaços, polêmicas e tabu mantido.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade