Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
De 16 anos

Palmeiras encaminha venda de Estevão ao Chelsea por 60 milhões de euros

Lucas Bombana - UOL/Folhapress
23 mai 2024 às 14:58
- Cesar Greco/Palmeiras
Publicidade
Publicidade

Com apenas 16 jogos pelo time profissional do Palmeiras, o jovem atacante Estevão, de apenas 17 anos, está prestes a se tornar uma das maiores vendas do futebol brasileiro.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Revitalização da região

Rio de Janeiro desapropria imóvel para construir estádio do Flamengo

Imagem de destaque
Show no Rock in Rio Lisboa

Camila Cabello confunde expressão de Cristiano Ronaldo com vaias

Imagem de destaque
Brasil

Vini Jr gosta de jogo grande e tem Copa América para virar chave na seleção

Imagem de destaque
Balanço

Para Abel, Palmeiras melhorou sem Endrick e cia., mas Dudu terá de remar

As tratativas junto ao Chelsea estão bem encaminhadas para que o jovem se transfira para a Inglaterra em meados de 2025, quando completa 18 anos.

Publicidade


O clube, que detém 70% dos direitos econômicos do jogador -os outros 30% pertencem aos seus representantes-, negocia para que o atacante, que faz aniversário em abril, siga no time até o Mundial de Clubes da Fifa (Federação Internacional de Futebol), previsto para acontecer entre junho e julho do ano que vem.


Segundo pessoas familiarizadas com as negociações, o valor da transação estaria em torno de 60 milhões de euros (R$ 334,7 milhões). Se o montante for confirmado, Estevão se tornará a quarto maior negociação envolvendo um jogador brasileiro.

Publicidade


Ele ficaria atrás apenas de Neymar, vendido pelo Santos para o Barcelona por 88,4 milhões de euros (R$ 493,2 milhões); Vitor Roque, negociado pelo Athletico-PR também para o time catalão por 74 milhões de euros (R$ 412,8 milhões); e Endrick, vendido pelo Palmeiras para o Real Madrid em um negócio que pode chegar aos 72 milhões de euros (R$ 401,7 milhões).


A mais nova joia da base palmeirense é tratada dentro do clube como uma promessa com potencial de se tornar um dos grandes nomes do futebol mundial nos próximos anos.

Publicidade


O treinador Abel Ferreira já declarou que Estevão "é diferente de tudo o que eu já vi. É um garoto que defende, ataca, se mostra para o jogo", derreteu-se o luso, após o ponta-direita marcar o gol da vitória do Palmeiras contra o Botafogo-SP pela terceira fase da Copa do Brasil.


O jovem canhoto natural de Franca, no interior de São Paulo, iniciou a trajetória no futebol nas categorias de base do Cruzeiro, onde chegou a receber o apelido de "Messinho". Com 10 anos, ele já havia assinado seu primeiro contrato de patrocínio com a Nike.

Publicidade


Após algumas divergências entre a família do jogador e os dirigentes do clube mineiro, em 2021, Estevão chegou ao Palmeiras.


Na base do alviverde, o jogador enfileirou conquistas, como o Campeonato Paulista, o Brasileiro e a Copa do Brasil sub-17, passando a ser convocado para a seleção brasileira. Também fez parte do elenco verde bicampeão da Copa São Paulo de juniores, em 2022 e 2023.

Publicidade


Antes mesmo de entrar em campo pelo time profissional, Estevão já estava no radar de grandes clubes estrangeiros -o Palmeiras recusou uma proposta de 40 milhões de euros (R$ 222,7 milhões) do PSG (Paris Saint-Germain), no fim de 2022.


O primeiro contrato profissional foi assinado em abril de 2023, logo após o jogador completar 16 anos, com prazo de três anos e multa rescisória de 45 milhões de euros (R$ 250,5 milhões).

Publicidade


A estreia entre os profissionais foi na última rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado, no jogo que assegurou o 12º título do nacional do time.


O primeiro gol foi na Copa Libertadores, contra o Liverpool-URU, em abril, quando Estevão se tornou o terceiro jogador mais jovem a marcar com a camisa do Palmeiras -atrás apenas de Endrick e Heitor, que atuou pelo time no início do século passado.


"Se Deus quiser, agora tem muito mais pela frente", declarou o jogador após a partida.


Em 2024, foram até aqui 15 partidas com o elenco principal, além de cinco na Copa São Paulo, com sete gols marcados e três assistências.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade