Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Brasileiro

Palmeiras quer provar força em Barueri diante do Vasco

Agência Estado
15 jun 2012 às 12:51
Publicidade
Publicidade

O Palmeiras testará neste fim de semana sua força quando joga como mandante na Arena Barueri. O estádio preferido do técnico Luiz Felipe Scolari, dentre as opções que o clube tem para escolher, será palco dos dois próximos jogos do time, e duas partidas importantes.

A primeira, neste domingo contra o Vasco, é considerada vital pelos jogadores para que seja iniciada uma reação no Campeonato Brasileiro - o Palmeiras só somou um ponto na competição, enquanto o adversário lidera o torneio com 12 pontos e 100% de aproveitamento.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Com a classificação bem encaminhada para a final da Copa do Brasil, o Palmeiras se volta para o Nacional. "Não é que usamos como desculpa, mas como estamos numa fase de decisão na Copa do Brasil acabamos pensando mais nessa competição. Mas agora temos que reagir no Brasileiro também, senão depois fica complicado", disse o lateral Juninho.

Leia mais:

Imagem de destaque
Impediram

Yamal planejava alfinetar Mbappé com máscara após tirar a França da Euro

Imagem de destaque
Atacante

Corinthians sobe proposta por Brian Rodríguez e aguarda resposta do América

Imagem de destaque
Contra o Atlético-MG

São Paulo vai à CBF contra arbitragem em BH e contesta dois lances

Imagem de destaque
Ouça:

Ponte Preta provoca Mirassol, de Yuri Lima, com música de Iza no intervalo de jogo


E, além da necessidade de obter em casa a primeira vitória, o Palmeiras poderá usar o jogo com o Vasco como uma espécie de ensaio para testar o poder de pressão sobre o adversário que a torcida é capaz de exercer em Barueri, já que na quinta-feira o time receberá o Grêmio para tentar ratificar a vaga na final da Copa do Brasil.

E é com esse espírito que Felipão já convocou a torcida para a partida contra os gaúchos. "Nosso torcedor sabe que vamos jogar em Barueri e esperamos que ele tenha a mesma presença que os gremistas tiveram aqui. Gostaria de ver, no mínimo, 30 mil pessoas no segundo jogo"


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade