Pesquisar

Canais

Serviços

Série A

Piquerez cita top 3 laterais do Brasileiro e vê liga como mais equilibrada

Flavio Latif - UOL/Folhapress
19 abr 2024 às 15:00
- Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Publicidade
Publicidade

Joaquín Piquerez já foi duas vezes campeão brasileiro pelo Palmeiras, e nesta temporada está em busca do tricampeonato consecutivo -o que não acontece desde o São Paulo em 2006, 2007 e 2008. À reportagem, o defensor uruguaio afirmou que o Brasileirão, ao lado da Premier League, é a liga mais 'disputada e equilibrada do mundo'.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Sergio Moura

Superintendente de marketing do Corinthians pede licença em meio a acusações

Imagem de destaque
Edu Oliver

Corinthians desiste de contratar influencer após descobrir ameaças a Cássio

Imagem de destaque
Da federação inglesa

Lucas Paquetá nega acusações de manipulação relacionada a apostas

Imagem de destaque
De 16 anos

Palmeiras encaminha venda de Estevão ao Chelsea por 60 milhões de euros

"Eu acho que o Brasileiro junto à Premier League, a liga mais disputada e mais equilibrada do mundo hoje", afirma o jogador.

Publicidade


No meio da temporada, Piquerez completará três anos no futebol brasileiro. O defensor de 25 anos diz que acompanha bastante o futebol de seu país porque tem familiares jogando lá, mas confessa que não tem saudades de atuar no Uruguai.


Piquerez é alvo recorrente de sondagens do futebol europeu. O defensor garante estar totalmente focado no Palmeiras, e falou que a liga europeia que gostaria de jogar é a Premier League.

Publicidade


No Brasileiro, Piquerez elegeu um top 3 de laterais: Guilherme Arana, do Atlético-MG, Ayrton Lucas, do Flamengo, e Matias Viña, também do Fla.


"Eu acho que Guilherme Arana é muito bom jogador, vem voltando de lesão já faz um tempinho, ele joga muito bem. Depois eu gosto muito do lateral do Flamengo, Ayrton Lucas, ele é um cara muito bom, muito rápido, chega muito no gol, e depois meu conterrâneo Matias Viña, que chegou agora. Conheço ele, jogamos juntos na seleção, chegou aqui no Palmeiras e acho um cara muito bom", diz o defensor.

Publicidade


AS DIFERENÇAS ENTRE O FUTEBOL BRASILEIRO E O URUGUAIO


Para Piquerez, o futebol uruguaio é "horrível" de acompanhar. Mas não por causa da qualidade do jogo e dos atletas, mas por todos os outros ingredientes que fazem parte de um jogo de futebol.


"Eu sempre vejo futebol, vejo muito futebol do meu país [Uruguai], futebol horrível, mas tenho amigos, tenho meu primo jogando lá, muita gente conhecida, então assisto mais por isso, para ver eles, e fico feliz quando as coisas vão bem para eles", afirma Piquerez. "A diferença são os campos, os campos são muito ruins, os estádios são meio vazios, geralmente só os times grandes que chegam, o Peñarol e o Nacional. Então é um futebol horrível nesse sentido, não pelos jogadores, mas um futebol que é muito diferente do Brasil aqui, que você está acostumado a jogar em campos bons, os gramados bons, estádios cheios, lotados, e essa é a principal diferença."


Mesmo sendo jovem, Piquerez já tem nove anos como atleta profissional. Antes de chegar ao Palmeiras, ele passou por três clubes no Uruguai: o Defensor Sporting, o River Plate e o Peñarol.


Imagem
Breno Lopes é emprestado ao Fortaleza e não veste mais camisa do Palmeiras
O Fortaleza acertou a contratação por empréstimo de Breno Lopes, e o atacante não vestirá mais a camisa do Palmeiras.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade