Pesquisar

Canais

Serviços

Paulistão

São Paulo vira nos acréscimos, mas sofre empate do Bragantino em jogo alucinante

UOL/Folhapress
18 fev 2024 às 13:54
- Ari Ferreira/Red Bull Bragantino
Publicidade
Publicidade

Em um jogo com um segundo tempo alucinante, São Paulo e Bragantino empataram por 2 a 2 neste sábado (17), no MorumBis, pela 9ª rodada do Paulistão.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
No próximo fim de semana

Série A do Brasileiro começa com nove campeões estaduais e dois fracassos

Imagem de destaque
Carioca

Flamengo de Tite é campeão com golaço de Bruno Henrique contra Nova Iguaçu

Imagem de destaque
Tubarão

Volante Kady é o novo contratado do Londrina EC

Imagem de destaque
Em Atlanta

Seleção feminina estreia contra Canadá no Torneio SheBelieves neste sábado

Thiago Borba marcou para o Massa Bruta, Erick e Calleri viraram para o São Paulo em cinco munutos e Nacho deixou tudo igual na bacia das almas. O jogo ainda ficou marcado pelas expulsões de Helinho e e Arboleda.

Publicidade


O São Paulo flertou com a terceira derrota seguida e não jogou bem, mas chegou ao resultado empurrado pela torcida. Já o Bragantino jogou com o time reserva, pensando na pré-Libertadores.


Como foi o jogo

Publicidade


O São Paulo tentou imprimir um forte ritmo no início, mas vacilou atrás e saiu perdendo logo aos seis minutos. Com o time reserva, o Bragantino se fechou atrás e apostou nos contra-ataques, principalmente com o inspirado Mosquera, que buscou explorar as costas do improvisado Bobadilla. Menos organizado e pouco entrosado devido às lesões por desfalque, o Tricolor criou muito pouco, abusou dos cruzamentos e quase não levou perigo à meta rival.


O São Paulo voltou para o segundo tempo sem mudanças e continuou com dificuldades para criar chances de gol. Nas melhores oportunidades, Nikão vacilou na primeira, chutou fraco na segunda e acabou substituído. O jogo esquentou com as expulsões de Helinho e Arboleda, e os dois times passaram a ter mais espaço para jogar, em que pese a falta de inspiração no MorumBis.

Publicidade


Quando parecia que o Tricolor ia perder a terceira seguida, tudo mudou em cinco minutos com Erick e Calleri, que viraram o jogo em cinco minutos. Quando parecia que a virada era certa, Nacho marcou e colocou água no chopp tricolor.


Gols e lances importantes

Publicidade


Calleri quase abre o placar. Com um minuto de jogo, o centroavante do São Paulo quase abriu o placar em desvio de cabeça após jogada individual de Ferreirinha. Lucão salvou com a ponta dos dedos e mandou para escanteio.


Bragantino faz 1 a 0. O Massa Bruta abriu o placar com Thiago Borbas aos seis minutos. Após passe errado de Arboleda, o atacante se infiltrou nas costas da zaga tricolor, recebeu passe na medida de Mosquera e deslocou Rafael com categoria.

Publicidade


Lucão salva o Bragantino. Aos 11 minutos do segundo tempo, Nikão recebeu cruzamento de Ferreirinha e finalizou rasteiro para boa defesa do goleiro do Massa Bruta. No lance anterior, o atacante já havia desperdiçado bom contra-ataque. Resultado: foi substituído por Carpini e deixou o gramado sob vaias.


Erick empata. Aos 43 minutos, Erick empatou para o São Paulo após muita pressão do tricolor.

Publicidade


Calleri vira. Cinco minutos depois, Calleri recebeu em profundidade e virou o jogo de cavadinha. Golaço!


Nacho empata. Aos 51 minutos do segundo tempo, Nacho deixou tudo igual no MorumBis.


FICHA TÉCNICA


SÃO PAULO 2 x 2 RED BULL BRAGANTINO

Competição: Campeonato Paulista.
Data: 17/02 (sábado).
Hora: 18h (de Brasília).
Local: Estádio do MorumBis, em São Paulo (SP).
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo.
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Luiz Alberto Andrini Nogueira.
Cartões amarelos: Pablo Maia (São Paulo).
Cartões vermelhos: Arboleda (São Paulo); Helinho (Bragantino).


Gols: Thiago Borba, aos 6 minutos do primeiro tempo; Erick, aos 43, e Calleri, aos 48 minutos, e Nacho, aos 46 do segundo tempo.


São Paulo: Rafael; Bobadilla, Arboleda, Diego Costa e Welington; Pablo Maia e Alisson; Ferreirinha, Luciano (Erick) e Nikão (Michel Araújo); Calleri. Técnico: Thiago Carpini.


Red Bull Bragantino: Lucão; Andrés Hurtado, Douglas Mendes, Leo Realpe, Guilherme Lopes; Matheus Fernandes, Gustavo Neves, Lincoln; Nacho, Thiago Borbas e Henry Mosquera (Vitinho). Técnico: Pedro Caixinha.


Imagem
CBF oficializa Rodrigo Caetano como novo homem-forte das seleções
A CBF confirmou nesta sexta-feira (16) a contratação de Rodrigo Caetano como novo diretor de seleções.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade