Pesquisar

Canais

Serviços

Insatisfeitas

Ferrari e Renault estão próximas de deixar a F-1

Redação Bonde
10 jun 2009 às 16:26
- Reprodução
Publicidade
Publicidade

O chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, manteve a posição da equipe de abandonar o mundial de F-1 em 2010 mesmo depois de uma reunião da Associação das Equipes realizada nesta quarta (10) em Londres. "A posição da Ferrari não mudou", disse o dirigente, que acha cada vez mais difícil um acordo entre as partes."A FIA não poderá incluir a Ferrari na lista dos times que vão disputar o campeonato da F1 em 2010", completou.

O principal ponto de divergência é o teto orçamentário de R$ 129 milhões proposto pela FIA. Ainda nesta quarta, a Renault enviou uma carta aos patrocinadores e fornecedores avisando sobre a incerteza em disputar a F-1 no próximo ano. "Existe a possibilidade de não participarmos mais da F1 a partir de 2010. As vastas mudanças no regulamento técnico e esportivo levam a Renault a não ter mais certeza sobre seu futuro na categoria", diz a carta.

Cadastre-se em nossa newsletter


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade