Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Redes sociais

Sheilla deixa seleção de vôlei feminina antes do previsto após polêmica

Demétrio Vecchioli - UOL/Folhapress
10 jul 2024 às 07:41
- Maurício Val/FV IMagens/CBV
Publicidade
Publicidade

A auxiliar técnica Sheilla Castro deixou a seleção feminina de vôlei antes do previsto. Ela deveria se apresentar em Saquarema nesta segunda-feira (8) para uma última semana de atividades no CT da CBV, mas se desligou antecipadamente após um tuíte que gerou constrangimento no grupo.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Olimpíadas 2024

Técnico paranaense de boxe mira medalhas em Paris

Imagem de destaque
Competição pelo ouro

Imprensa dos EUA vê Rebeca como 'fenômeno' e maior ameaça a Biles

Imagem de destaque
Lançamento de disco

Izabela da Silva reclama que não recebeu uniforme para Olimpíadas no tamanho G

Imagem de destaque
Fã de basquete

Cotada para substituir Biden, Kamala é fã de NBA e ganhou apoio de LeBron

Sheilla teve um relacionamento próximo com Gabi, nunca assumido como amoroso, mas as duas se distanciaram nos últimos meses e chegaram a se bloquear no Instagram após entrarem juntas, de mãos dadas, em um ato contra a LGBTfobia na etapa do Maracanãzinho da Liga das Nações.

Publicidade


No fim de semana, Sheilla respondeu com "wait and see" (espere e veja) uma troca de mensagens entre um perfil aparentemente falso no Twitter, de um tal "Piero Giuseppe", e um perfil de fã de Gabi.


"Piero" primeiro acusou Gabi de não estar comprometida com a seleção porque ela iria a um show da cantora Ana Carolina e havia passado a noite bebendo. O perfil do fã respondeu, e "Piero" citou que, um mês atrás, já havia avisado sobre Gabi ir à Grécia após a VNL. O fã questionou 'e daí?" e a resposta veio pelo perfil oficial de Sheilla: "Wait and see... again".

Publicidade


Como a conversa era entre esses dois perfis falsos, a interação de Sheilla foi lida, por torcedores, como sendo a ex-jogadora a responsável pelo perfil fake que ataca Gabi com informações de quem tem acesso privilegiado a ela. Nas horas seguintes, Pri Daroit e Carol (Carolana), da seleção, deixaram de seguir Sheilla, e Daroit postou uma foto no show de Ana Carolina marcando Gabi, que é a capitã do time.


Com o clima pesado, a comissão técnica, da qual Sheilla segue fazendo parte, decidiu que era melhor a ex-jogadora não se apresentar para esta semana de treinamentos em Saquarema, conforme noticiou primeiro a Itatiaia. Mas já não estava no planejamento que ela viajasse à França, tanto que não foi credenciada para acessar centros de treinamento. Ela muito menos iria às Olimpíadas como credenciada.


Sheilla é uma "auxiliar" da comissão técnica e ajuda em treinos, mas não faz parte da equipe mais próxima a Zé Roberto, que tem Paulo Coco e Wagão como assistentes técnicos. É um cargo semelhante ao de Serginho Escadinha na masculina, e o ex-líbero também não vai à França. Ele, porém, está em Saquarema esta semana.


Procurada, a CBV disse que "Sheilla não participará presencialmente desta fase dos treinamentos em Saquarema, mas continua fazendo parte da comissão técnica da seleção feminina". E completou: "Desde o início, seu trabalho tem fases presenciais e ações remotas." A assessoria de Sheilla enviou o mesmo texto.


Imagem
Confederação Brasileira de Atletismo confirma 43 nomes do Brasil em Paris 2024
A CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) anunciou a lista dos 43 atletas do país classificados à Olimpíada de Paris 2024, ao todo quinze atletas (19 mulheres e 24 homens) garantiram presença em Paris ao conseguirem o índice olímpico.
Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade