Pesquisar

Canais

Serviços

- Lucas George Wendt/Pexels
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Anote essas dicas

Descubra quais alimentos são essenciais para fortalecer a imunidade

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
22 jun 2022 às 07:00
Continua depois da publicidade

Com a chegada do inverno, a estação mais fria do ano, é importante garantir que o sistema imunológico esteja funcionando da melhor forma possível para influenciar diretamente na resposta do organismo diante dos agentes virais do ambiente. E uma das melhores formas de estimular o sistema de defesa do corpo é investir em uma alimentação equilibrada que inclua grande variedade de frutas, vegetais frescos, grãos integrais, proteínas e óleos saudáveis. Mas quais alimentos, em específico, o que é preciso ingerir para aumentar a imunidade?

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


LEIA MAIS: Conheça alimentos que fortalecem a imunidade

Continua depois da publicidade

11 dicas para uma alimentação equilibrada e nutritiva nos dias mais frios

Você sabe qual é importância de manter hábitos saudáveis na rotina?


“A ingestão adequada de nutrientes traz inúmeros benefícios ao nosso organismo, tornando o nosso corpo mais resistente a vírus e bactérias. Consumir alimentos, fonte de vitaminas e minerais, por exemplo, estimulam o fortalecimento do nosso sistema imunológico, auxiliando na prevenção e combate de diversas doenças”, pontua a nutricionista Soraia Batista.

Continua depois da publicidade


O consumo desses alimentos combinado com a prática regular de exercícios físicos é um bom caminho para quem busca qualidade de vida, e muitos brasileiros já estão tomando providências para serem mais saudáveis. Segundo dados da pesquisa O Futuro da Vida no Trabalho da Sodexo, em parceria com a Harris Intercative, 30% dos entrevistados que afirmaram estar com bem-estar abaixo do normal buscaram sair dessa situação por meio da atividade física.

Confira algumas dicas a seguir:


Vitamina A

Ajuda a modular a imunidade. É encontrada na natureza na forma pré-formada (o retinol) em alimentos de origem animal, como nos seus precursores, os carotenoides, que aparecem em vegetais. O corpo tende a aproveitar melhor a versão de origem animal. É encontrada na cenoura, batata doce, folhas de brócolis, manga, couve, fígado, gema de ovo, leite e derivados.


Vitamina C


Age como um importante nutriente antioxidante. Em relação aos resfriados comuns e gripes, pode ajudar na redução do tempo de duração dos episódios gripais. Está no kiwi, goiaba, brócolis, frutas cítricas, frutas vermelhas, talos da couve e salsa.


Vitamina D


Conhecida por sua ação nos ossos, também auxilia no sistema imunológico. A principal forma de obtê-la é pela exposição aos raios solares. É achada em peixes, ovos e produtos lácteos.


Vitamina E


Desempenha um papel duplo no fortalecimento da resposta imune do organismo. Age como antioxidante, ajudando a proteger as células dos efeitos prejudiciais dos radicais livres, além de ter efeito anti-inflamatório. Fontes: azeite de oliva extravirgem, castanhas, avelã, semente de girassol, abacate.


Zinco


É o mineral que possui maior importância para o sistema imune. Em geral, idosos têm deficiência de zinco, observada pela sensação de diminuição do paladar. Pessoas que seguem dietas vegetarianas restritas podem ter carência dele. É encontrado em sementes, castanhas, amêndoas, cereais integrais e casca da tangerina.


Selênio


É um mineral de alto poder antioxidante, e tem função imunológica. Participa, assim, do controle de radicais livres, moléculas que se formam naturalmente, inclusive com a resposta do sistema imune a infecções, mas cujo excesso causa danos em células e nos órgãos. O nutriente está em frutos do mar, carne vermelha, frango, laticínios, pães e cereais e castanhas, principalmente a castanha-do-Pará, que contém cerca de 91 microgramas. São necessárias apenas cinco castanhas por dia para atingir a quantidade de selênio recomendada para adultos (400 microgramas).


Ervas e especiarias


Costumam ter uma alta poder antioxidante por conter muitos compostos bioativos. Cravo, canela, gengibre, pimenta preta e cúrcuma são conhecidas como estimuladores da imunidade, possuindo também propriedades antivirais. O gengibre é rico em ácido ascórbico (a vitamina C) e piridoxina (vitamina B5), ambas têm propriedades expectorantes, e reduzem a inflamação e a dor. O açafrão da terra (cúrcuma), é rico em curcumina, uma substância com propriedades terapêuticas, dietéticas, antibacterianas, antivirais e antifúngicas.


Compostos bioativos


Contêm ação antioxidantes e anti-inflamatórias. Estão presentes nas frutas, verduras, legumes e sementes em geral.

 

O e-book completo da Sodexo pode ser acessado aqui.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade