Pesquisar

Canais

Serviços

iStock
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Confira

Benefícios da prática de atividades físicas no pós-parto

Redação Bonde com assessoria de imprensa
27 dez 2021 às 16:23
Continua depois da publicidade

No pós-parto, além das mudanças na rotina, as mulheres passam por alterações hormonais drásticas. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), aproximadamente 13% das puérperas apresentam algum transtorno mental, enquanto a depressão pós-parto atinge entre 10 e 20% delas.  

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Para manter a saúde e bem-estar nesse período, alguns especialistas recomendam a prática de atividades físicas. Confira alguns apontamentos do personal trainer, educador físico e coach Tauan Gomes.  

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Benefícios 


Os exercícios físicos são ótimos aliados para evitar a depressão pós-parto, pois diminuem os níveis de cortisol (hormônio do estresse) e contribuem para o aumento da disposição e energia. Eles também ajudam a fortalecer o abdômen e a pelve, facilitando o combate à flacidez abdominal e diástase.  


As atividades físicas podem ser feitas desde o período gestacional, mas precisam ser adaptadas para as condições individuais da gestante.  

Continua depois da publicidade


Prática de exercícios 


No pós-parto, médicos indicam que as atividades físicas sejam retomadas ou iniciadas após 15 dias, em partos normais, e entre 45 e 60 nas cesarianas. O avanço nos exercícios deve ser feito de forma gradual e a intensidade deve ser de leve a moderada, respeitando o limite e a adaptação do corpo de cada mulher.  


Para as mulheres que estão destreinadas ou não praticavam atividades físicas durante a gestação, entre 10 e 30 minutos diários de atividade moderada já são suficientes. A frequência deve ser de três a cinco vezes por semana. A atividade pode ser associada a exercícios de relaxamento corporal, como yoga, ou cardiovasculares, como a caminhada.


Amamentação 


Caso a mulher esteja amamento, são necessários alguns cuidados especiais, pois a atividade física pode aumentar o nível de ácido láctico nos músculos devido ao estresse pós-treino e provocar cólicas no bebê. Independente da intensidade do treinamento, é indicado que os exercícios sejam feitos após a amamentação, com os seios mais vazios, assim aumenta a segurança da mãe e da criança.  

Continue lendo