03/08/21
Vida saudável

É possível parar de fumar e não engordar?

Um dos fatores que desestimulam o fumante ao abandono do cigarro, é a compulsão alimentar, que nada tem a ver com a fome

As doenças causadas pelo tabagismo cada vez são mais conhecidas entre os seres humanos, mesmo assim o número de fumantes no país cresce a cada ano. Uma pesquisa da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) aponta que mesmo com todo o combate do governo através de propagandas e anúncios nas embalagens de cigarro, 20% dos brasileiros ainda fumam, quando tratamos da região sudeste, o percentual sobe para 50%.

O cigarro se tornou até um fator de exclusão social, "A presença não só da nicotina, responsável pela dependência química que o tabaco provoca, mas também cerca de 4700 substâncias tóxicas ao organismo faz desse mau hábito, na verdade, um símbolo de agressão à saúde e, cada vez mais, nos dias de hoje, de restrição e inconveniência social", explica Ricardo Tavares de Carvalho, cardiologista do INCOR.

Um dos fatores que desestimulam o fumante ao abandono do cigarro, é a compulsão alimentar, que nada tem a ver com a fome. "Na verdade o paladar volta a ser mais refinado, pois a nicotina reduz o apetite e tira o gosto dos alimentos, isso acontece também com o olfato, que trabalha melhor sem a presença da constante fumaça", explica Priscilla de Arruda, Coordenadora Geral do Departamento de Avaliação e Orientação Física da Alti Assessoria em Fitness.

A atividade física aliada a um bom plano alimentar, se torna uma considerável aliada no combate ao fumo, pois os exercícios físicos, através da liberação de endorfinas, melhoram o humor e reduzem a ansiedade, dando mais sensação de prazer e disposição. No entanto, o que os atletas mas sentem diferença quando param de fumar é na respiração, pois anteriormente os brônquios dos pulmões se mantinham irritados, o que dificultava a respiração e prejudicava os exercícios, já que é preciso um custo energético adicional.

Mas sabe-se que não é fácil. "Cerca de 60% dos fumantes adultos já fizeram pelo menos uma tentativa de deixar de fumar, mas não conseguiram. Isso pode ser importante para alguém que já tenha falhado, lembrando sempre que não podemos considerar esta atitude como uma fraqueza", completa Ricardo Tavares.

A atividade física aumenta o gasto calórico, não permitindo que o fumante chegue muitas vezes triplicar o seu peso, permite uma dieta mais generosa e melhora o humor ao suspender o fumo, impedindo que o atleta coma compulsivamente. (Fonte: FitnessBrasil)
Redação Bonde
Continue lendo
Boletim diário

Com mais oito óbitos pelo coronavírus, Londrina atinge 1.889 registros

03 AGO 2021 às 18h45
Imunização

Londrina: 300 mil já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid

03 AGO 2021 às 18h15
Boletim diário

Maringá confirma mais quatro mortes e 164 casos do coronavírus

03 AGO 2021 às 17h38
Boletim diário

Paraná confirma mais 141 mortes e 3.069 infectados pelo coronavírus

03 AGO 2021 às 15h38
Chegou a hora

População de 32 anos recebe primeira dose da vacina nesta quinta em Cambé

03 AGO 2021 às 14h13
Boletim diário

Arapongas tem 16 novos casos e duas mortes por covid-19

03 AGO 2021 às 09h22
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados