Pesquisar

Canais

Serviços

Reprodução
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Experiência

Musicoterapia pode ser usada para auxiliar no tratamento de epilepsia

Redação Bonde/ Agência de Notícias
27 mar 2015 às 14:08
Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A Universidade Estadual do Paraná (Unespar) e a Universidade Federal do Paraná (UFPR) estabeleceram parceria para o desenvolvimento de projetos conjuntos de ensino, pesquisa e extensão junto ao Hospital de Clínicas. Um dos projetos é desenvolvido pelo curso de Musicoterapia no setor de Neurologia, com pacientes que fazem tratamento para epilepsia.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Estudos mostram que algumas crises epilépticas são desencadeadas por aspectos relacionados às emoções. Segundo a coordenadora do Centro de Atendimento e Estudos em Musicoterapia da Unespar, Clara Márcia Piazzetta, a Musicoterapia contribui para que a pessoa entre em contato com a emoção através da música. "Em muitos casos o paciente perde um pouco da autoestima por conta da insegurança gerada por não saber quando terá uma crise. Podemos melhorar isso com a música", explicou Clara.


O projeto é desenvolvido com pacientes na sala de espera do ambulatório de Neurologia do HC. "Às vezes eles estão muito ansiosos pela consulta. Temos então a experiência musical e percebemos que há uma redução da tensão e da expectativa negativa do paciente", diz Clara. "Com a experiência musical em grupo, o dia da consulta passou a ser diferente e prazeroso", destacou Clara.


O grupo coordenado pela professora e os neurologistas Carlos Silvado e Marcos Langue desenvolve o projeto de iniciação científica com os pacientes desde dezembro e está entrando na fase de análise dos dados.

Continua depois da publicidade


Os resultados alcançados servirão para a construção de projetos para o próximo semestre em parceria com o Departamento de Ensino Pesquisa e Extensão - Residência Médica do HC. "Nossa intensão é ampliar os trabalhos e contribuir com os estudos realizados sobre o tratamento da epilepsia", lembra a professora.


PARCERIA - O termo de cooperação entre a Unespar e a UFPR prevê ainda o uso da infraestrutura disponível em ambas as instituições, intercâmbio de docentes, técnicos e estudantes e projetos de interesse mútuo em busca do atendimento às necessidades da comunidade.

As atividades serão realizadas de acordo com o Plano de Trabalho e projetos a serem desenvolvidos e aprovados futuramente, por meio das Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, Pró-Reitoria de Ensino de Graduação e Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Unespar, nos campos da Arte, Educação, Música e Saúde.


Continue lendo