Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Cuide dos dentes

Problemas odontológicos podem causar agravamento da Covid-19

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
21 mai 2021 às 11:46
Continua depois da publicidade

O coronavírus afeta milhares de pessoas todos os dias e muito se fala sobre o agravamento do novo corona vírus em casos de doenças pré-existentes, como diabetes, hipertensão e problemas cardíacos. Porém, problemas dentários como gengivite e periodontite também podem afetar os infectados pela Covid, como apontaram estudos realizados em diversos países, como Catar, Canadá e na Espanha, e publicados no Journal of Clinical Periodontology.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


A coordenadora do curso de odontologia da Unopar, Mayara Martin Fernandes, destaca que, para prevenir agravos como infecções pulmonares e cardíacas, é imprescindível a correta higienização bucal e a troca periódica da escova dental.

Continua depois da publicidade


"Problemas dentários já existentes como gengivite, periodontite ou o hábito de fumar, por exemplo, podem ser fatores agravados pela Covid-19, principalmente se os pacientes se recuperaram de graves infecções”, diz a especialista. "A periodontite gera uma inflamação sistêmica que vai além da boca. Portanto, é essencial manter a saúde bucal sempre, e ainda mais em um cenário no qual vivemos hoje com a pandemia da Covid-19”, comenta a coordenadora.


De acordo com ela, estudos internacionais apontam que esses contratempos bucais, podem levar à perda dentária em caso de Covid-19, além do agravamento da doença, conforme verificado em países como Estados Unidos, em diversas faixas etárias.

Continua depois da publicidade


Atendimento gratuito


A clínica de odontologia da Unopar atende gratuitamente a população regional, de segunda a sexta-feira, mediante agendamento prévio pelo telefone (43) 3371-7767.

Segundo a universidade, os profissionais utilizam equipamentos de proteção e higienizam os materiais, roupas e mãos, seguindo os protocolos de contenção ao novo coronavírus.


Continue lendo