Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Aprimorar o mapeamento de condições de saúde

Aplicativo do SUS passa a aceitar dados sobre raça e nome social

Redação Bonde com Agência Brasil
08 jul 2024 às 17:27
- Arquivo/Agência Brasil
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O aplicativo Meu SUS Digital vai permitir, a partir desta segunda-feira (8), que os usuários possam autodeclarar informações sobre raça/cor e nome social. Ainda, de acordo com o Ministério da Saúde, também é possível inserir informações sobre orientação sexual e identidade de gênero na ficha de cadastro de UBSs (Unidades Básicas de Saúde). 


A medida, segundo a pasta, garante que todas as informações editadas e autodeclaradas sejam integradas ao CadSUS (Cadastro Nacional de Usuários do SUS). “Assim, as informações declaradas no aplicativo serão espelhadas nos sistemas das unidades básicas de saúde de todo o país”.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Em nota, o ministério destacou que a proposta é garantir a integridade das informações prestadas via SUS (Sistema Único de Saúde) e aprimorar o mapeamento de condições de saúde de diversos grupos da sociedade, além de viabilizar políticas públicas específicas.

Leia mais:

Imagem de destaque
Investigação

Atores interpretam médicos para vender produtos que prometem resultados milagrosos, diz Cremesp

Imagem de destaque
Uma em SC

Ministério da Saúde investiga quatro mortes suspeitas de febre oropouche

Imagem de destaque
Melhor resposta epidemiológica

De janeiro a junho, Lacen processa 13.298 amostras de vírus respiratórios

Imagem de destaque
Atenção

Opas faz alerta sobre possível transmissão do vírus oropouche da mãe para o bebê


No aplicativo 

Publicidade


Ao acessar o app, o usuário será convidado a responder a autodeclaração do campo raça/cor, que deverá ser preenchido de forma obrigatória. Para editar o campo ou atualizar o nome social e o endereço, é preciso acessar a aba Meu Perfil. O usuário será direcionado para o Registro de Autodeclaração em três âmbitos, onde é possível corrigir ou incluir uma nova informação no perfil.


Para realizar a autodeclaração, é necessário ter conta com selo Ouro ou Prata de confiabilidade no portal Gov.br.  Caso a conta seja nível Bronze, o app dará as instruções de como subir o nível de segurança.


Nas UBSs


Nas UBSs, os campos de orientação sexual e identidade de gênero da ficha de cadastro são perguntas obrigatórias, feitas por profissionais durante o atendimento, “com respeito à autonomia dos usuários, que podem escolher se querem ou não respondê-las”, segundo o Ministério.


Com a nova atualização, sete orientações sexuais podem ser escolhidas: heterossexual, gay, lésbica, bissexual, assexual, pansexual e outro, além de sete identidades de gênero: homem cisgênero, mulher cisgênero, homem transgênero, mulher transgênero, travesti, não-binário e outro.


Imagem
Quatro praças de Londrina devem receber banheiros e vestiários nos próximos meses
Pelo menos quatro praças de Londrina deverão dispor nos próximos meses de vestiários com banheiros.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade