Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Quatro em Arapongas

Boletim semanal confirma mais seis mortes por dengue em Londrina; 47 no Paraná

Redação Bonde com AEN
21 mai 2024 às 18:16
- National Institute of Allergy and Infectious Diseases na Unsplash
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O novo boletim semanal da dengue divulgado nesta terça-feira (21), aponta a confirmação de mais 6 mortes pela doença em Londrina. Em todo o Paraná, a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) confirmou 34.360 novos casos e 47 mortes em decorrência da dengue. O atual período epidemiológico, que teve início em julho de 2023, soma agora 324 mortes, 393.791 casos confirmados e 719.545 notificações.


Os óbitos registrados no informe desta semana ocorreram entre 26 de janeiro e 17 de maio. São 23 homens e 24 mulheres com idades entre 22 anos e 98 anos, residentes em 19 municípios: Londrina (6), Arapongas (4), Arapoti (1), Ponta Grossa (3), Capanema (1), Dois Vizinhos (1), Francisco Beltrão (3), Marmeleiro (2), Pranchita (2), Santo Antônio do Sudoeste (2), Cascavel (8), Santa Tereza do Oeste (1), Iretama (3), Moreira Sales (1), Assis Chateaubriand (1), Marechal Cândido Rondon (1), São Pedro do Iguaçu (1), Toledo (5) e Tupãssi (1). Desse total, 31 pessoas apresentavam comorbidades.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A Regional com mais casos confirmados até o momento é a 8ª RS de Francisco Beltrão, com 52.726 diagnósticos. Na sequência estão a 10ª RS de Cascavel (49.254), 17ª RS de Londrina (41.208), 16ª RS de Apucarana (35.145), 15ª RS de Maringá (31.473) e 11ª RS de Campo Mourão (28.043). 

Leia mais:

Imagem de destaque
Atenção

Opas faz alerta sobre possível transmissão do vírus oropouche da mãe para o bebê

Imagem de destaque
Síndromes, câncer...

Saiba quais são as doenças que provocam as piores dores, segundo especialistas

Imagem de destaque
Alerta

Com avanço da febre oropouche no país, Saúde reforça investigação de microcefalia em bebês

Imagem de destaque
Aparelhos adulterados

Análise encontra anfetamina na composição de cigarros eletrônicos em SC


Londrina lidera no número total de casos confirmados

Publicidade


As cidades com mais casos são Londrina (27.322), Cascavel (24.411), Maringá (18.605), Apucarana (17.808) e Francisco Beltrão (15.223). Há 398 municípios com confirmações de dengue – apenas Agudos do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, não tem diagnósticos confirmados.


Em relação aos óbitos do período epidemiológico 2023/2024, as Regionais com mais mortes são a 17ª de Londrina (60), 10ª de Cascavel (53), 20ª de Toledo (41), 8ª de Francisco Beltrão (41) e 16ª de Apucarana (30). Já os municípios que registram maior número são Cascavel (37), Londrina (35), Toledo (25), Apucarana (16), Cornélio Procópio (11) e Rolândia (11).

Publicidade


VACINAÇÃO 


De acordo com um último levantamento da Sesa, realizado nesta terça, do total de 93.590 doses da vacina contra a dengue distribuídas, 36.552 já foram aplicadas nas Regionais de Saúde de Foz do Iguaçu, Londrina e Apucarana. O Paraná soma 148 municípios contemplados com o imunizante.

Publicidade


ZIKA E CHIKUNGUNYA 


Informações sobre chikungunya e zika, transmitidas também pelo mosquito Aedes aegypti, são apresentadas no mesmo documento. Houve o registro de sete novos casos de chikungunya, somando 134 confirmações e 1.614 notificações da doença no Estado. Desde o início deste período não houve confirmação de casos de zika vírus, com 123 notificações registradas.


Confira o informe semanal AQUI. Mais informações sobre a dengue estão neste LINK.


LEIA TAMBÉM:


Imagem
Influenciadora de Londrina cobra ampliação de Lei de cão de assistência
Aos 19 anos de idade, a influenciadora e programadora Khadije El Zein, hoje com 27, foi diagnosticada com TEA (Transtorno do Espectro Autista) e TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade).
Imagem
Hospital São Rafael, em Rolândia, conquista certificado de Amigo da Criança
A Associação Beneficente Hospital São Rafael, de Rolândia (região metropolitana de Londrina), conquistou a certificação de IHAC (Hospital Amigo da Criança), certificação do Ministério da Saúde, validada pela equipe de Atenção à Saúde da Sesa
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade