02/08/21
PUBLICIDADE
Estudo da USP

Estudo aponta que força e massa muscular colaboram com menos tempo de internação por Covid-19

Pessoas que malham e são mais fortes fisicamente tendem a ter uma recuperação melhor em casos graves da doença

Um estudo realizado pela Universidade de São Paulo (USP) aponta que as pessoas com mais força física e massa muscular se recuperam melhor do Covid-19, inclusive passando menos tempo internadas. Foram avaliados 186 indivíduos hospitalizados com a doença, e o estudo auxiliou até mesmo a prever o tempo de internação de cada pessoa.

Segundo os pesquisadores, esta é uma forma de priorizar grupos que precisam de mais assistência médica em casos graves de Covid-19. É natural que nem toda pessoa responda à doença da mesma forma, mas, ao perceber esse padrão, é possível notar que pacientes com menos massa muscular correm um risco maior de apresentar complicações e precisam de mais tempo de internação.

O musculoesquelético compõe aproximadamente 40% de toda a nossa massa corporal e desempenha um papel importante em diferentes processos do organismo – dentre eles, a regulação no nível de glicose, metabolismo e a ação do próprio sistema imunológico. Esta é apenas mais uma comprovação de que levar um estilo de vida saudável e praticar exercícios físicos regularmente é a melhor forma de se prevenir de diversas doenças.

Como ganhar massa muscular?

O estudo foi bem específico ao apontar que o divisor de águas nesta situação é a força física e a quantidade de massa muscular, então apenas hábitos saudáveis não garantem essa vantagem contra o Covid-19. Para isso, é necessário praticar exercícios físicos específicos e adaptar toda uma rotina visando o aumento da massa muscular, um processo que varia de pessoa para pessoa.

Alguns ganham massa com mais facilidade, enquanto outros precisam realizar um esforço muito maior. Além de exercícios focados na musculação e no levantamento de peso, ainda é necessário aderir a uma dieta em que se consome mais calorias do que se gasta diariamente, apostando alto nas proteínas e nas chamadas "gorduras boas”. É importante ressaltar que, tanto os exercícios, quanto a dieta, andam lado a lado, então não adianta fazer apenas um deles.

O uso de suplementos como whey protein também é uma ótima forma de garantir a quantidade de calorias necessárias diariamente. Muitas vezes, a dieta não consegue prover o ideal, e é aí que entram os suplementos, para completar o nível calórico indicado.

É importante enfatizar que é indispensável consultar um médico especializado antes de começar a consumir qualquer tipo de suplemento. O acompanhamento profissional também garante um aproveitamento melhor dos treinos.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
Continue lendo
Boletim estadual

Boletim registra mais 25 mortes e 2.223 casos de Covid-19 no Paraná

01 AGO 2021 às 16h38
Números da Sesa

Paraná registra mais 2.341 casos de Covid-19 e 77 óbitos

31 JUL 2021 às 16h58
Duas mortes e 68 casos

Londrina monitora 511 casos ativos de coronavírus

31 JUL 2021 às 16h46
Boletim diário

Londrina acumula 70.437 casos e 1.868 mortes pelo coronavírus

30 JUL 2021 às 18h40
Todas são seguras e eficazes

Entenda como funciona o intervalo entre as vacinas e por que são diferentes

30 JUL 2021 às 17h46
Boletim diário

Maringá confirma mais três mortes e 118 infectados pela Covid-19

30 JUL 2021 às 17h17
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados