15/12/19
34º/21ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Preparados

Idosos x Calor: como cuidar da saúde no verão? Sociedade de Geriatria explica

No dia 21 de dezembro tem início no País o verão, estação do ano geralmente marcada pelas temperaturas elevadas. Neste período a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) esclarece que são necessários cuidados para manter a saúde do organismo e a qualidade de vida.

O presidente da SBGG, o médico geriatra José Elias Soares Pinheiro, explica que na velhice o indivíduo pode apresentar uma menor capacidade de se adaptar à elevação dos termômetros devido ao processo de envelhecimento, o que justifica haver uma maior atenção à saúde para evitar problemas como a desidratação e a hipertermia.


Entre as alterações no organismo que ocorrem com o envelhecimento, o geriatra destaca a redução da sensação de sede; bem como na percepção do calor e na capacidade de eliminar o calor do corpo (termólise). "No caso dos idosos, não se pode esperar ter vontade de tomar água para fazê-lo. Eles devem procurar bebê-la com constância, como uma rotina mesmo", salienta Pinheiro.

Divulgação/Darius Ramazani/Corbis
Divulgação/Darius Ramazani/Corbis


Entre os sinais clássicos de complicações do calor, como a desidratação, estão lábios e língua secos e diminuição da quantidade de urina. O presidente da SBGG complementa ainda que podem também ocorrer alterações de comportamento (agitação ou apatia; confusão mental), dor de cabeça, tonturas, fadiga e mal-estar.

Já os sintomas de alerta para hipertermia são contraturas musculares, náuseas, vômitos, dor de cabeça, fraqueza, tonturas ou até convulsões.

Nestes casos as recomendações são mover a pessoa para um lugar fresco, de preferência com ar condicionado; deitá-la para que repouse, remover roupas apertadas e desconfortáveis; oferecer água se a pessoa estiver consciente e procurar imediatamente ajuda médica.

A Sociedade reforça que devido às características climáticas do Brasil, em que o clima tem se mostrado quente não apenas no verão, como tem ocorrido nos últimos anos no País e no mundo, é fundamental manter os cuidados com a saúde frente às altas temperaturas, independentemente da estação.

A prevenção deve ser feita a partir de cuidados simples e diários. Ingerir pelo menos dois litros de água por dia, usar roupas leves, preferir alimentos menos gordurosos, passar protetores solares nas áreas dos corpos expostos aos raios solares, são algumas medidas para manter a saúde.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Dados preocupantes

Sesa alerta sobre prevenção e controle da sífilis

Saúde feminina

Conheça mitos e verdades sobre a endometriose

Veja mais e a capa do canal
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE