Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Novo tratamento

Novo ativo promete suavizar manchas como de melasma sem clarear a pele

Raíssa Basílio - Folhapress
04 jul 2024 às 16:29
- Ekaterina Bolovtsova/Pexels
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Uma nova molécula desenvolvida pelo Grupo L'Oreal visa clarear manchas de forma localizada, sem mudar o tom da pele. Batizada de Melasyl, foi desenvolvida para atuar contra hiperpigmentação, como manchas senis, marcas pós-acne e melasma.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Estratégia de redução de danos

Países adotam vapes para reduzir uso do cigarro, mas não há consenso científico sobre estratégia

Imagem de destaque
Alerta

Saúde pede atenção para casos de febre Oropouche no Brasil

Imagem de destaque
Como Yuri fez com a Iza

Um em cada dez homens traem a mulher na gravidez, diz estudo

Imagem de destaque
Entidades privadas

Conselho proíbe acolhimento de crianças e adolescentes em comunidades terapêuticas

Um levantamento feito pela empresa mostrou que a prevalência de desordens pigmentares no Brasil é de 62%, o que refletiria a diversidade dos diferentes fototipos do país. O estudo, que aguarda publicação, analisou amostras de 48 mil pessoas em 34 países.

Publicidade


Delphine Kerob, dermatologista e diretora científica internacional da La Roche-Posay, do Grupo L'Oréal, explica que foram avaliados melanócitos (células que produzem melanina) de diferentes fototipos para garantir que os produtos funcionem em todos os tons de pele.


A profissional afirma que o tratamento com a substância atua na "hiperpigmentação pós-inflamatória, melasma e mancha solar não são genéticos, mas influenciados pela cor da pele e exposição ao sol".

Publicidade


Peggy Sextius, pesquisadora especializada em biologia da pele e distúrbios pigmentares da L'Oreal, explica que após encontrar a primeira molécula, foi necessário modificá-la quimicamente para melhorar suas propriedades, como eficácia, segurança e capacidade de penetração na pele.


A empresa realizou testes laboratoriais para garantir bom desempenho do ativo no organismo e segurança para uso.

Publicidade


Uma das manchas alvo é o melasma, condição na qual a pele aumenta a produção de melanina para se proteger de inflamações causadas por atores como radiação ultravioleta, alterações hormonais, predisposição genética, poluição e doenças inflamatórias da pele.


Imagem
Londrina Norte Shopping vai ter posto para emissão de passaportes em Londrina
Quem pretende tirar ou renovar o passaporte entre o final de 2024 e o início de 2025 deve ficar atento às mudanças no local em que o serviço é prestado em Londrina.


Além do Grupo L'Oreal, outras empresas também atuam com produtos que visam clarear manchas, especialmente o melasma. A Isdin, marca espanhola de dermocosmeticos, trabalha com ácido tranexâmico, salicílico, mandélico e fítico para reduzir hiperpigmentações e limitar o surgimento de novas manchas. Esses compostos inibem a tirosinase, enzima que atua na produção de melanina.

Publicidade


Em 2023, a empresa lançou o Sérum Facial Clareador Melaclear Advanced, que tem como clarear manchas em todos os tipos de pele. Estudos patrocinados pela marca afirmaram que o produto pode reduzir manchas visivelmente em três meses.


A dermatologista Carla Albuquerque, membro titular da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia), afirma que o tratamento de melasma é complexo, e, por isso, é recomendado fazer acompanhamento médico.

Publicidade


"Existem pequenos detalhes e particularidades que podem fazer diferença. Mesmo sendo ativos mais tranquilos, entre aspas, talvez se a pessoa fizer a automedicação ela não vai ter o mesmo resultado do que se fizesse com uma prescrição médica", diz ela.


Os ativos mais usados, segundo a dermatologista, são o thiamidol, a niacinamida e o ácido tranexâmico, que irritam menos a pele se comparados com tratamentos antigos, como a hidroquinona. Nos casos de melasma resistente, pode haver indicação de ácido tranexâmico oral.


A dermatologista Ligia Novais, especialista pela SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia), afirma que quanto antes iniciado o tratamento para este tipo de mancha, melhor o resultado.


A médica afirma que os ativos indicados para o tratamento "desempenham ação clareadora e oferecem luminosidade à pele", garantindo que o funcionamento celular seja correto, "impedindo o aumento das manchas e regulando a saúde da região que teve uma maior pigmentação."


Imagem
Eleições 2024: MDB e PT definem datas de convenções partidárias em Londrina
O MDB (Movimento Democrático Brasileiro) e o PT (Partido dos Trabalhadores) saíram na frente e já têm convenções partidárias marcadas para definir as chapas que vão concorrer à CML (Câmara Municipal de Londrina) e à Prefeitura de Londrina.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade