Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Suspeita de dengue

Postos de saúde da zona sul de Londrina tiveram movimento intenso neste sábado

Jéssica Sabbadini - Especial para a Folha
17 fev 2024 às 14:35
- Jéssica Sabbadini/Especial para a Folha
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Pessoas reclamando de dores no corpo e na cabeça, febre e cansaço lotaram alguns postos de saúde de Londrina neste sábado (17) em busca de atendimento, já que os sintomas são indicativos de um possível quadro de dengue. As UBS (Unidades Básicas de Saúde) do Parque Ouro Branco e do Jardim Itapoã, ambas na zona sul de Londrina, estão abertas neste dia para atender pacientes com suspeita ou confirmação de dengue. Com uma manhã de movimento intenso, a demora esteve entre as principais reclamações da população.


Aguardando por mais de duas horas por um atendimento no Ouro Branco, Alex Bueno, 29, estava sentindo dores nos olhos, na cabeça e no corpo desde a tarde desta sexta-feira (16), sendo que os sintomas se agravaram durante a madrugada deste sábado. “O que pega mais é a dor de cabeça”, afirma. O ajudante geral conta que chegou por volta das 9h na UBS, mas que até às 11h30 ainda não tinha sido chamado nem para passar pela triagem, que antecede a consulta.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Bueno afirmou que a equipe da unidade de saúde sugeriu que as pessoas buscassem atendimento na UBS do Itapoã por conta do movimento intenso, mas ele preferiu não ir para não ter mais um gasto, além de que o mal-estar é intenso demais para ficar se locomovendo. “Vamos ver que horas vou sair daqui, mas acho que não vai ser cedo não”, relata, complementando que deveria haver mais médicos para atender a população, evitando longas esperas.

Leia mais:

Imagem de destaque
Saiba mais

Confira quais são os direitos do consumidor na venda da operadora de plano de saúde

Imagem de destaque
Veja os sintomas

Transmitida por mosquito, febre oropouche tem alta no Brasil

Imagem de destaque
Sem condições

Médico acusado de trabalhar embriagado pula a janela para fugir da polícia em Mauá da Serra

Imagem de destaque
Oleosidade

Sabonetes enzimáticos auxiliam no controle de filamentos sebáceos na pele


Por conta dos pacientes que saíram do Ouro Branco, a UBS do Itapoã também estava lotada de pessoas em busca de atendimento na manhã deste sábado. O frentista Vilson Lima, 56, foi levar a neta, de 10 anos, que está com dores no corpo, na cabeça e “atrás” dos olhos. Ele relata que os sintomas começaram na quinta-feira (15) junto a um quadro de febre. Na sexta, ele a levou até o PAI (Pronto Atendimento Infantil) para fazer o exame, que apesar de não ter indicado dengue, mostrou que algo estava alterado. Neste sábado, o avô e a neta foram até a UBS do Ouro Branco repetir o exame, mas por conta do movimento preferiram buscar atendimento no Itapoã.


Além do quadro de saúde da neta, Lima conta que há cerca de 20 dias se curou da dengue, mas que os sintomas não foram intensos. A justificativa para o quadro mais leve, segundo ele, foi o suco de inhame com frutas que tomou, o que teria ajudado a aumentar a imunidade. “Para curar a dengue é só com líquido”, afirma, complementando que não há um remédio específico para tratar da doença, apenas os sintomas.


LEIA MAIS NA FOLHA DE LONDRINA.


Imagem
Postos de saúde de Londrina têm movimento intenso neste sábado
Unidades estão funcionando das 7h às 19h para atender casos suspeitos ou confirmados de dengue
Imagem
Concurso da prefeitura de Londrina divulga cargos e banca organizadora
O concurso da prefeitura de Londrina definiu os cargos que estarão no certame e a organizadora.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade