Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Aumento de casos no inverno

Saúde reforça importância de doses contra gripe e covid-19; veja o público alvo

Paula Laboissière - Agência Brasil
20 jun 2024 às 18:03
- Rovena Rosa/Agência Brasil
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Com a chegada do inverno nesta quinta-feira (20), as temperaturas devem cair ainda mais e o período se torna propenso para doenças respiratórias como gripe e covid-19. O Ministério da Saúde, em nota, reforçou a importância da vacinação contra ambas as doenças, sobretudo entre pessoas classificadas como público-alvo.


Em 2024, a campanha de vacinação contra a gripe, tradicionalmente realizada entre os meses de abril e maio, foi antecipada em razão do aumento da circulação de vírus respiratórios no país. Em 25 de março, a dose foi disponibilizada para diversos grupos específicos, como crianças de 6 meses a menores de 6 anos, idosos e gestantes.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Já em maio, a pasta passou a recomendar a imunização de todas as pessoas com mais de 6 meses, com destaque para os seguintes públicos-alvo:

Leia mais:

Imagem de destaque
Melhor resposta epidemiológica

De janeiro a junho, Lacen processa 13.298 amostras de vírus respiratórios

Imagem de destaque
Atenção

Opas faz alerta sobre possível transmissão do vírus oropouche da mãe para o bebê

Imagem de destaque
Síndromes, câncer...

Saiba quais são as doenças que provocam as piores dores, segundo especialistas

Imagem de destaque
Alerta

Com avanço da febre oropouche no país, Saúde reforça investigação de microcefalia em bebês


* Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;

Publicidade

* Crianças indígenas de 6 meses a menores de 9 anos;

* Trabalhadores da saúde;

Publicidade

* Gestantes;

* Puérperas;

Publicidade

* Professores dos ensinos básico e superior;

* Povos indígenas;

Publicidade

* Idosos com 60 anos ou mais;

* Pessoas em situação de rua;

Publicidade

* Profissionais das forças de segurança e de salvamento;

* Profissionais das Forças Armadas;

Publicidade

* Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade);

* Pessoas com deficiência permanente;

* Caminhoneiros;

* Trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso);

* Trabalhadores portuários;

* Funcionários do sistema de privação de liberdade;

* População privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas (entre 12 e 21 anos).


Crianças que vão receber o imunizante pela primeira vez devem tomar duas doses, com intervalo de 30 dias entre elas.


“A vacinação contra a gripe é a melhor forma para garantir proteção contra a doença. O imunizante age para estimular a produção de anticorpos contra o vírus Influenza. Quem se imunizou em 2023 ou nos anos anteriores também deve receber a vacina atualizada. As vacinas são comprovadamente eficazes e protegem contra as cepas atualizadas, de acordo com determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS).”


COVID-19


Desde janeiro, a vacina contra a covid-19 integra o PNI (Programa Nacional de Imunizações). A recomendação do ministério é que estados e municípios priorizem crianças de 6 meses a menores de 5 anos e grupos com maior risco de desenvolver formas graves da doença, como idosos, imunocomprometidos, gestantes e puérperas.


Em maio, a pasta confirmou a compra de 12,5 milhões de doses do imunizante contra a covid-19 SpikeVax, produzido pela farmacêutica Moderna. O processo de aquisição emergencial, segundo o ministério, começou em dezembro de 2023, quando a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou a versão mais atualizada da vacina.


Os grupos classificados como prioritários, neste caso, são:


* Pessoas com 60 anos ou mais;

* Pessoas vivendo em instituições de longa permanência e seus trabalhadores;

* Pessoas imunocomprometidas;

* Indígenas vivendo em terra indígena;

* Ribeirinhos;

* Quilombolas;

* Gestantes e puérperas;

* Trabalhadores da saúde;

* Pessoas com deficiência permanente;

* Pessoas com comorbidades;

* Pessoas privadas de liberdade;

* Funcionários do sistema de privação de liberdade;

* Adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas;

* Pessoas em situação de rua.


LEIA TAMBÉM:


Imagem
OMS volta a alertar para aumento de falsificações do Ozempic
A OMS (Organização Mundial da Saúde) voltou a alertar para o aumento de falsificações de medicamentos a base de semaglutida, que é o príncipio ativo do Ozempic, caneta de aplicação subcutânea para controle do apetite.
Imagem
Interesse por aborto cresce no Brasil após PL Antiaborto por Estupro
O Brasil alçou o posto de país com maior interesse de buscas por aborto nos últimos sete dias, após a aprovação do Projeto de Lei 1904, ou PL Antiaborto por Estupro, na Câmara dos Deputados.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade