Pesquisar

Canais

Serviços

Terceira morte por dengue é registrada em Arapongas

- Pexels
Micaela Orikasa - Grupo Folha
15 jun 2022 às 15:18
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Uma terceira morte por dengue foi confirmada em Arapongas, na Região Metropolitana de Londrina. Um idoso de 93 anos morreu por complicações há cerca de um mês, mas a confirmação foi divulgada nesta terça-feira (14). Os óbitos anteriores ocorreram em março e também no mês de maio. São dois homens, de 67 e 70 anos, respectivamente, sendo este último, Luiz Roberto dos Santos, o professor “Peta”, que exercia o cargo de secretário municipal de Educação.

Continua depois da publicidade


Com pouco mais de 124 mil habitantes, Arapongas já registrou 5.312 notificações da doença e 2.365 casos positivos. Outros 51 casos estão em investigação. Os números refletem o cenário epidemiológico de 1º  de agosto de 2021 até esta quarta (15). 


Os números são quase a metade dos registros em Londrina, onde vivem mais de 575 mil pessoas, com apenas uma semana de diferença. De 1º de agosto de 2021 até o dia 07 de junho de 2022, a cidade registrou 10.873 notificações e 1.017 confirmações, conforme o último boletim divulgado pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde).


Apesar do cenário preocupante, o coordenador do Controle de Endemias em Arapongas, Valdecir Pardini, afirma que o número de notificações vem caindo nas últimas semanas. “Todos os dias pela manhã, recolhemos as notificações dos três prontos atendimentos 18h, da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e o Pronto Atendimento 24h Humaniza. Desses cinco locais onde são notificados os casos de dengue, já chegamos a recolher em torno de 300 notificações por dia e agora, esse volume gira em torno de cinco a seis”, afirma.


Continue lendo na Folha de Londrina.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade