Pesquisar

Canais

Serviços

Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Não perca!

Confira 5 dicas de alimentação para manter os rins saudáveis

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
13 mar 2019 às 16:13
Continua depois da publicidade

Os rins desempenham algumas funções vitais no corpo humano. Eles são responsáveis por filtrar o sangue e eliminar as toxinas pela urina, além de regularem a concentração de algumas substâncias como o sal e de equilibrarem a pressão sanguínea. E para manter o bom funcionamento desses órgãos, uma alimentação adequada faz toda a diferença.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


"Diabetes e hipertensão arterial, também conhecida como pressão alta, são alguns dos responsáveis pelo desenvolvimento de doença renal crônica. Uma dieta saudável contribui, portanto, para a prevenção ou auxilia no tratamento dessas doenças, melhorando o funcionamento dos rins", explica um dos chefes de equipe da especialidade de Nefrologia da BP (Beneficência Portuguesa de SP), João Egídio Romão Junior.

Continua depois da publicidade


O nefrologista dá algumas dicas para manter o bom funcionamento dos rins:


* Beber cerca de 2 litros de água por dia. A cor da urina é um sinal para saber se está ingerindo a quantidade certa de água. Se estiver escura, beba mais água.

Continua depois da publicidade


* Consumir menos sal para evitar pressão alta. O aumento da pressão sanguínea afeta as veias e artérias, diminuindo a capacidade de filtração renal.


* Reduzir o consumo de proteínas para diminuir a chance de formar pedras nos rins.


* Incluir frutas cítricas na dieta porque elas impedem a formação de pedras nos rins.


* Ingerir menos açúcar e gordura para não ter sobrepeso e desenvolver diabetes e hipertensão, doenças que podem desencadear problemas renais.

"Além de uma dieta saudável, é importante o acompanhamento com um especialista porque, muitas vezes, as doenças renais não apresentam sintomas e o diagnóstico precoce é fundamental para não comprometer o funcionamento dos rins", ressalta o nefrologista.


Continue lendo