Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Vidros blindados

Obra para proteger Torre Eiffel de terroristas começa em Paris

Agência ANSA
19 set 2017 às 16:31
Continua depois da publicidade

A reforma para estabelecer um perímetro de proteção contra possíveis ataques terroristas na Torre Eiffel foi iniciada na última segunda-feira (18) no principal monumento de Paris. A obra inclui a instalação de uma barreira de vidros blindados nos dois lados da torre, mas de uma maneira que preserve a perspectiva do lugar, diante do rio Sena e da esplanada do Camp de Marte.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

De acordo com o projeto, os dois outros lados do quadrante serão fechados por cerca metálica com controles de segurança, que vão reproduzir o perfil do monumento. A reforma deve terminar no segundo semestre de 2018.

Continua depois da publicidade


A previsão é que sejam investidos 25 bilhões de euros em um projeto desenhado pelo arquiteto Dietmar Feichtinger para responder à ameaça terrorista enfrentada pela França.


Os cristais que serão instalados são à provas de balas de sete centímetros de espessura resistentes a tiros de AK-47. Além disso, será implantado um sistema de segurança contra veículos que circulam pela região e mais câmeras de monitoramento.

Continua depois da publicidade


Além disso, no último dia 30 de agosto, o farol da Torre Eiffel foi apagado para trabalhos de manutenção. Segundo a Sete, empresa que gere o ponto turístico, o monumento ficará desligado até o dia 10 de outubro.


A reforma faz parte de uma série de mudanças programadas pelo governo para o monumento. Entretanto, as vendas dos ingressos para visitar a Torre Eiffel serão ampliadas pela internet, diminuindo as filas, que são um dos pontos frágeis em relação ao risco de atentados.

Com cerca de sete milhões de turistas ao ano, a Torre Eiffel é um dos monumentos mais visitados em todo o mundo. Mas devido ao atentados de Paris em novembro de 2015, o turismo na França caiu no ano passado.


Continue lendo