Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Existir: uma peregrinação rumo à plenitude

09 nov 2012 às 08:46
Continua depois da publicidade

"Um só coração bate em todos corações desta vida"
Roberto Crema

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Enquanto os dias escoam lentamente feito um arado que rasga a terra e deixamos a vida acontecer - aparentemente sem perceber - o que temos cultivado em nossos corações? Bens materiais, preocupações com trabalho, "status", estética, uma imagem do que não se é ou temos sido sinceramente verdadeiros conosco mesmos e com os que vivem ao nosso redor?

Continua depois da publicidade


Já dizia o poeta: "Conte-me seus sonhos e eu te direi quem és". Porque mais do que uma simples companhia que pode nos influenciar em alguns momentos da vida e até mesmo nos conduzir a certos comportamentos, nada mais influenciável e forte do que nossos próprios pensamentos, sentimentos e ações.


A verdade é que nada nesta vida nos pertence, exceto o que somos. Parar para nos observar diante da vida rasa, superficial que muitas vezes levamos e entender quão pequena ela é diante da imensidão que trazemos dentro de nossos corações, de nossas almas. Daí então surge outro poeta que nos leva a refletir tão profundamente em míseras frações de tempo ao observar uma flor: "As flores que nos encantam com sua beleza são asas arcangelicais". E ele também nos questiona: "Qual a chama da luz maior que nos guia?"


E então percebemos que é preciso ter alma de poeta para enxergar e entender o invisível que manifesta em nós a todo momento. É preciso alma de poeta para enxergar nas flores asas arcangelicais; no silêncio de nosso lar, o tempo abençoado que acontece e mais: olhar para dentro de si e buscar as respostas que precisamos encontrar e que insistimos em encontrar fora de nós.

Continua depois da publicidade


É preciso alma de poeta para buscar os mais elevados dos pensamentos e entender que o dia que nasce é mais um milagre que precisa ser encarado como tal. Que a nossa existência na Terra deve ser respeitada e ungida proporcionamente ao mesmo valor que possui. E que Deus sorrirá e abrirá portas para aqueles que sabem enxergar a importância do papel de cada um nessa existência.


Porque hoje eu amanheci poética e da poesia eu quero encerrar esses escritos. Disse mais uma vez o sábio: "Faça do teu existir uma peregrinação, uma marcha em direção ao templo do teu coração". E assim, plenos da sabedoria Divina que se instala em nós a cada amanhecer, que possamos viver verdadeiramente, observando cada passo, pensamento e palavra para não tornar os dias simples datas de calendário, mas uma maravilhosa descoberta de nós mesmos rumo ao abraço celeste do Pai.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade