06/08/20
26º/13ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Saiba mais

Brasil restringe entrada por via aérea de estrangeiros da Europa e da Ásia por 30 dias

Depois de limitar a entrada de estrangeiros por via terrestre de nove países da América do Sul, o governo brasileiro publicou uma portaria nesta quinta-feira (19) restringindo por 30 dias o acesso de estrangeiros por via aérea de países da Ásia e toda União Europeia.

iStock
iStock


A medida havia sido antecipada ao jornal Folha de S.Paulo pelo ministro Sergio Moro, da Justiça.

Serão afetados pela medida todos os membros da União Europeia, China, Japão, Austrália, Islândia, Noruega, Suiça, Reino Unido, Irlanda do Norte, Malásia e Coreia do Sul.
"A restrição de que trata esta portaria decorre de recomendação técnica e fundamentada da Anvisa por motivos sanitários relacionados aos riscos de contaminação e disseminação do coronavírus Sars-CoV-2", diz o texto.

A medida não se aplica a brasileiros e a estrangeiros nos seguintes casos:

imigrante com prévia autorização de residência em território brasileiro profissional estrangeiro em missão a serviço de organismo internacional, desde que devidamente identificado funcionário estrangeiro acreditado junto ao governo brasileiro estrangeiro que se enquadre na hipótese de reunião familiar com cidadão brasileiro nato ou naturalizado que se encontre em território nacional estrangeiro cujo ingresso seja autorizado especificamente pelo governo brasileiro em vista do interesse público estrangeiro portador de Registro Migratório Nacional. O transporte de cargas também não será afetado para a medida editada nesta quinta-feira pelos ministérios da Justiça, Defesa e Casa Civil.

De acordo com a portaria, em caso de descumprimento haverá responsabilização civil, administrativa e penal, repatriação ou deportação imediata e inabilitação de pedido de refúgio.

Mais cedo, o governo havia editado uma primeira portaria com restrição ao acesso por via terrestre de estrangeiros de oito países que fazem fronteira com o Brasil. São eles Argentina, Bolívia, Colômbia, Guiana Francesa, República Cooperativa da Guiana, Paraguai, Peru e Suriname.

Como já tinha sido anunciada medida semelhante para a Venezuela, com isso fica restrito o acesso de estrangeiros em todas as fronteiras terrestres do Brasil, com exceção do Uruguai.

"Fica restringida, pelo prazo de quinze dias, contado da data de publicação desta portaria, a entrada no país, por rodovias ou meios terrestres, de estrangeiros oriundos dos países mencionados", diz a portaria.

O texto esclarece ainda que o prazo poderá ser prorrogado de acordo com recomendações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

O governo informou ainda que será feita uma determinação específica para o Uruguai.
Talita Fernandes - Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Conteúdo relacionado:
Por 14 dias
Paraná restringe circulação de ônibus interestaduais
Londrina
Belinati anuncia decreto que determina fechamento do comércio de Londrina por 15 dias
Em Curitiba
Paraná tem mais nove casos confirmados, diz Sesa; 23 no total
Continue lendo
Qualidade do ar
Paraná suspende por 30 dias queimada de cana-de-açúcar
06 AGO 2020 às 15h08
Eleições
Movimentos antirracistas pressionam TSE por cota para candidatos negros
06 AGO 2020 às 14h50
Para evitar demissões
Ministério Público do Trabalho recomenda que Ibiporã mantenha contrato de limpeza
06 AGO 2020 às 12h10
Negou liminar da DPU
STJ decide manter Sérgio Camargo na presidência da Fundação Palmares
06 AGO 2020 às 12h00
Eleições 2020
TSE estuda estender votação em ao menos 1h e reservar horário para idosos
06 AGO 2020 às 11h43
Saiba mais
Facebook remove post de Trump com fake news sobre Covid
06 AGO 2020 às 11h11
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados