Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Aguarda homologação

Polishop pede recuperação judicial e declara R$ 352 milhões em dívidas

Fernanda Brigatti - Folhapress
17 mai 2024 às 13:45
- Reprodução/Canva
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A rede varejista Polishop apresentou à Justiça de São Paulo seu pedido de recuperação judicial, no qual declara ter R$ 352 milhões em dívidas.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


No início de abril, a empresa tinha conseguido antecipar os efeitos do processo de recuperação para barrar vencimento de dívidas e execuções que, segundo seus advogados, poderiam resultar na liquidação de seu patrimônio.

Leia mais:

Imagem de destaque
Estiagem

Chegada de período propício para incêndios traz preocupação para o campo

Imagem de destaque
Novo cenário

Mulheres são maioria em evento sobre liderança no agronegócio

Imagem de destaque
Despesas altas

Alimentos ficam mais caros e brasileiros tentam esticar o orçamento

Imagem de destaque
Geração de melhores resultados

Cientistas de Oxford usam IA para identificar alucinações das próprias IAs

A Polishop disse que aguarda a homologação do pedido para se pronunciar sobre o assunto.

Publicidade

Se o juiz aceitar o pedido, a empresa terá 60 dias para apresentar o plano de recuperação judicial, no qual detalha como pagará suas dívidas trabalhistas, com fornecedores e com bancos.

A Polishop chegou a ter 280 lojas físicas, a maioria delas em shoppings, que eram combinadas ao ecommerce. Desde 2021, após o baque da pandemia sobre o comércio varejista, a companhia iniciou um plano de reorganização que previa a redução no número de lojas próprias e a ampliação das fraqueadas.

Publicidade

Imagem
Restituição do Imposto de Renda 2024 tem nova ordem de prioridade
A ordem da lista de prioridades para receber a restituição do Imposto de Renda 2024 mudou com a entrada dos contribuintes do Rio Grande do Sul, após as chuvas que assolam o estado.


Segundo o pedido de recuperação encaminhado à 2ª Vara de Falências e Recuperação Judicial de São Paulo, a empresa tem hoje 58 pontos físicos e está sob o risco de despejo em 17 endereços.

No ano passado, a Polishop tinha 120 lojas, muitas delas sob risco de despejo. Como a Folha de S.Paulo mostrou à época, shoppings da Grande São Paulo, do ABC e do interior foram à Justiça para retomar seus imóveis diante da inadimplência da varejista.

No pedido de recuperação judicial, a Polishop diz ter chegado a ter receita anual de R$ 1,2 bilhão. A empresa diz ter sido afetada pelos fechamentos do comércio durante o controle da pandemia de Covid-19 e, em seguida, pela alta dos juros, que tornou o crédito mais caro.


Imagem
Desemprego tem alta em oito estados no 1º trimestre, diz IBGE
A taxa de desemprego teve alta em oito estados no primeiro trimestre de 2024, ante o quarto trimestre de 2023, apontam dados divulgados nesta sexta-feira (17) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade