Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Até o final do ano

Programa de Irrigação Noturna vai atender mil produtores

Redação Bonde
06 nov 2007 às 19:19
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Programa de Irrigação Noturna (PIN) foi reformulado e agora está em condições de atender ao aumento da demanda que está se formando entre os produtores rurais em busca desse benefício. O secretário da Agricultura e do Abastecimento, Valter Bianchini, disse que o processo de adequação e a autorização ambiental foram simplificados para possibilitar a inclusão de mais produtores ao programa.

A estimativa é que até 2.010 cerca de 10 mil produtores rurais possam ser atendidos pelo Programa com a inclusão dos produtores de aves de abate e de postura. Além do processo de simplificação do programa, a Emater e a Copel se responsabilizam pela gratuidade da outorga da água, o que reduz os custos para os produtores.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


De acordo com Bianchini, a linha de financiamento para compra dos equipamentos é respaldada por um fundo de equivalência que reduz os juros a 1% ao ano, "praticamente sem correção", salientou. Segundo o secretário, a Copel pretende fazer uma tomada de preços para reduzir os custos com a compra do relógio e outros equipamentos. A expectativa é que os custos dos medidores sejam reduzidos de R$ 1.076,00 para R$ 370,00. Esse valor poderá ser parcelado em até 24 vezes pela Copel, informou o secretário.

Leia mais:

Imagem de destaque
Tradição interrompida

Quebra de safra obriga Santo Antônio da Platina a cancelar Festa do Milho

Imagem de destaque
Redução de 40%

Paraná: queda no preço de painel solar estimula energia renovável no campo

Imagem de destaque
No Parque Ney Braga

AgroBIT Brasil 2022 traz amanhã soluções tecnológicas para o agronegócio

Imagem de destaque
Feira

Após 2 anos, Expoingá é retomada com expectativa de bons negócios


Em função dessas alterações, estão previstas para este ano a instalação de aproximadamente 1.000 projetos, sendo que 525 já foram elaborados pela Emater e outros 480 deverão ser elaborados até o final de dezembro. As atividades de maior demanda são a olericultura, fruticultura e bovinocultura de leite e corte, disse Bianchini.


No Programa os produtores serão beneficiados com a equalização das taxas de juros nos financiamentos de investimentos para instalação dos equipamentos necessários para utilização da água para irrigar a lavoura durante a madrugada. .

Os produtores que aderirem ao PIN serão beneficiados com taxas de juros equalizadas de até 1% ao ano para os financiamentos de investimentos e descontos na tarifa de energia elétrica de 60%, que irão incidir sobre o uso da energia elétrica no período das 21h30 às 06h00 do dia seguinte.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade