Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Passo a passo

Saiba como usar os portais Meu INSS e INSS Digital

03 mai 2019 às 13:53
Continua depois da publicidade

Tire dúvidas sobre sua aposentadoria sem sair de casa. O novo portal Meu INSS é excelente para consulta. Moderno e reconfigurado, este novo portal substituiu o Dataprev e está mais completo com versão para tablets e smartphone ou acesso pelo próprio aplicativo. "O sistema deste site realiza a contagem automática do tempo de contribuição do segurado, utilizando dados obtidos através do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS)", explica a advogada de Londrina especialista em direito previdenciário, Renata Brandão Canella.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


No site é possível realizar agendamentos online de perícias médicas, prorrogações, requerimento de Aposentadoria por Idade Urbana, processo administrativo, retirada de carta de concessão ou indeferimento, entre outras funcionalidades. Ter o CNIS atualizado possibilita a análise do tempo correto para o INSS saber a contribuição. "É necessário cruzar dados entre a Carteira de Trabalho e as guias de pagamento, seja o contribuinte individual ou facultativo. Caso haja um descompasso, é possível fazer o requerimento para a retificação do CNIS antes do tempo para aposentadoria. Isto facilitará a concessão do benefício do INSS", detalha Renata.

Continua depois da publicidade


Veja as dicas da advogada Renata Brandão Canella e saiba acessar o Meu INSS:


-Acesse o site do Meu INSS;
-Clique em "Entrar", depois em "Login" e então em "Primeiro acesso";
-Clique em "Cadastre-se", e uma nova página será aberta;
-Insira todos os dados corretamente e clique em "Próximo";
-Responda às perguntas referentes ao histórico de trabalho e contribuições (isso para garantir que o acesso é feito pelo titular da conta junto ao INSS);
-Tenha todos os documentos em mãos, pois, caso responda algo errado, a senha para atendimento on-line não será validada;
-Caso ocorra algum erro e a não validação da senha, o segurado pode tentar novamente após 24 horas, e assim por diante (a cada 24 horas uma nova tentativa pode ser feita);
-Caso haja divergência de dados e o segurado continue sem conseguir emitir uma senha, o atendimento presencial na agência do INSS será obrigatório;
-Após validar a senha, o segurado vai retornar ao menu inicial;
-Será necessário digitar o CPF e a senha temporária que foi dada pelo atendimento;
-Altere a senha, digitando novamente o CPF e a nova senha.


Pronto! Com esta senha o segurado pode ter acesso aos seus dados junto ao INSS, inclusive pode analisar o seu tempo de contribuição (se está correto ou não), acessar extratos, requerer cópia de processo administrativo, carta de concessão, etc.

Continua depois da publicidade


Antes de entrar com a aposentadoria, é importante que o segurado faça uma simulação prévia do valor do benefício. "Para isso acontecer sem erros, é necessária a ajuda de um profissional especialista na área do Direito Previdenciário. O advogado poderá contribuir para traçar a melhor possibilidade de aposentadoria", aponta Renata. Se você tem pressa para se aposentar, atenção: muitas vezes vale aguardar dias ou meses e ter em mãos todos os documentos corretos para um profissional analisar com tempo e garantir o melhor benefício.


Outra novidade é o INSS Digital. Este portal do órgão previdenciário oferece protocolos de requerimentos de aposentadorias. Para advogados, oferece revisões evitando longas filas. Renata sugere o uso da plataforma: "Desta forma, é possível requerer uma aposentadoria em poucos minutos, de forma digitalizada e sem necessidade do comparecimento físico na agência do INSS".


Para os advogados o acesso ao INSS Digital se dá por login e senha. O processo, após o protocolo digital, segue para análise e o advogado tem permissão de acompanhar digitalmente todos os atos e decisões dos servidores do INSS, bem como cumprir exigências, protocolar recursos, dentre outros. Em caso de indeferimento do pedido, é possível requerer judicialmente.

Em caso de dúvidas, ligue para a central de atendimento da Previdência Social no número 135. O telefone está disponível para todo o Brasil. Além disso, o site www.inss.gov.br possui várias explicações de como proceder a agendamentos on-line e consultas.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade