Pesquisar

Canais

Serviços

Reprodução/ Instagram
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
'Espaço de debate legítimo'

Em tarde de protestos, Belinati defende cuidar de pessoas e critica opositores ao Conselho LGBT

Rafael Machado/ Grupo Folha
23 set 2021 às 16:33
Continua depois da publicidade
Antes da votação do projeto que cria o Conselho Municipal dos Direitos LGBT, o prefeito Marcelo Belinati (PP) participou virtualmente da sessão da Câmara Municipal porque cumpre agenda em Brasília. No discurso, foi enfático ao defender a ideia.


"O maior objetivo da nossa gestão é cuidar das pessoas, e de todas as pessoas. Quando digo cuidar, falo em ser compreensivo, demonstrar amor ao próximo e respeitar cada um dos cidadãos londrinenses", disse. 


O prefeito afirmou que "o Conselho LGBT, assim como os outros 28 que já existem, é um espaço de debate legítimo. São mais de mil pessoas que são voluntárias e participam desses órgãos. Não há custo nenhum. É um lugar onde a cidade pode expressar aquilo que ela sente. É um lugar que garante o exercício da cidadania", comentou.


O pepista voltou a citar as notícias falsas que circularam sobre o conselho. "Disseram que ele será deliberativo, mas isso é fake news. Vai ser apenas consultivo para o poder público. Não vai ter custo nenhum. Ninguém vai ganhar salário, subsídio", afirmou.


Belinati negou que o Conselho LGBT vai tratar da ideologia de gênero nas escolas. "Essa é mais uma informação inverídica que disseminaram por aí. Quem não aceita um projeto como esse é contrário à diversidade. Quem de nós não conhece alguém que foi vítima do preconceito por ter uma orientação sexual diferente dos outros?". 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Leia mais na Folha de Londrina

Continue lendo