Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Londrina

Grupo reutiliza material pet para fazer artesanato

Redação Bonde
23 jun 2006 às 18:31
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O grupo geração de renda "Amigas da Pet" faz artesanato a partir de garrafas plásticas, produzindo pufes, almofadas e cadeiras com garrafas pet. As mulheres participaram dos cursos oferecidos pela Companhia de Habitação (Cohab-Ld) de Londrina, por meio do programa Habitar Brasil BID, que é desenvolvido em parceira com a Caixa Econômica Federal. O programa tem financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Segundo a orientadora e geógrafa do Habitar Brasil, Regiane Zanini Lazáro, o programa financiou o pagamento da mão de obra e a compra de alguns materiais para a construção do barracão em que são desenvolvidos os artesanatos. "Outros grupos, além do "Amigas do Pet", participam no Centro de Artesanato em Reciclagem. O grupo "Amar" recicla papel e tem ainda o grupo que desenvolve horta em pneus e outro grupo logo irá utilizar o lugar também. Todos os grupos do centro estão relacionados à reciclagem", informou.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O "Amigas do Pet" começou a produzir em março deste ano e desde então já fabricou mais de 60 peças. "Para arrecadar as garrafas nós realizamos campanha no bairros. A cada 50 garrafas arrecadadas é feita a troca por produtos da horta. Cada integrante também arrecada garrafas e o que faltar, elas compram. É importante ressaltar que o objetivo de projeto Habitar Brasil é valorizar e reduzir o número de descartes de materiais sólidos no meio ambiente, disse a orientadora.

Leia mais:

Imagem de destaque
"Criança não é mãe"

Londrinenses protestam no Calçadão contra PL sobre aborto

Imagem de destaque
Rodovia

Motociclista morre em colisão traseira com BMW na PR-445 em Londrina

Imagem de destaque
Prata

Estudantes londrinenses são premiados em Olimpíada de Tecnologia

Imagem de destaque
Trânsito

Ponte ao lado do parque Arthur Thomas em Londrina será interditada a partir de sábado


Para a participante do grupo, Rosalina Nogueira Ramos, é muito importante o trabalho porque conscientiza a população a reciclar o plástico. "Para construir uma cadeira com encosto são utilizadas 54 garrafas, já para fazer um pufe grande são utilizadas 36 garrafas, além de usar materiais como borracha, espuma e papelão", esclareceu.

Regiane Zanini explicou que quando o material é reciclado o lucro pode chegar a 80%. "Os pufes são vendidos a R$ 15 e R$ 25, as cadeiras a R$ 35 e quatro almofadas por R$ 10.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade