Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
BBC Brasil

Saudita estuprada por gangue é condenada a 200 chibatadas

Redação Bonde
16 nov 2007 às 00:37
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Uma corte de apelação na Arábia Saudita condenou uma mulher estuprada por uma gangue a 200 chibatadas e seis meses de prisão por infringir as leis de segregação por sexo do país.

A mulher, 19, parte da comunidade xiita, foi estuprada 14 vezes durante o ataque de uma gangue na região leste do país.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Inicialmente, ela havia sido condenada a 90 chibatadas por violar as leis do país que proíbem qualquer forma de associação entre homens e mulheres não relacionados entre si. Ela tinha estado no carro de um homem desconhecido durante o ataque.

Leia mais:

Imagem de destaque
AirHelp

Brasil deixa top 3 em ranking de melhores aeroportos do mundo; Brasília conquista 5º lugar

Imagem de destaque
Soterrado por uma avalanche

Desaparecido há 22 anos, alpinista é encontrado mumificado em montanha do Peru

Imagem de destaque
Alta temporada do turismo

Moradores de Barcelona atiram em turistas com arminhas de água

Imagem de destaque
Primeiro

Conheça a cozinha do chef Max Mariola, celebridade nas redes sociais


Quando a vítima apelou à Justiça, os juízes encarregados do caso afirmaram que ela teria tentado usar a mídia para influenciar a decisão da corte. Eles decidiram então dobrar a pena e condenar a vítima à prisão.


Os juízes também dobraram a pena dos estupradores – originalmente de cinco anos.

>> Leia reportagem completa na BBC Brasil


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade