Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Após renúncia

"Carli foi um parlamentar responsável", diz colega

Redação Bonde
01 jun 2009 às 11:35
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O presidente da Assembleia Legislativa, Nelson Justus (DEM), leu para os deputados na sessão plenária desta segunda-feira (1.º) e escritura pública em que Fernando Ribas Carli Filho (PSB) renunciou ao mandato de deputado estadual. O documento foi entregue à presidência da Casa, na última sexta-feira (29), quando se encerrava o prazo para a apresentação da defesa do deputado junto à Corregedoria-Geral da Assembleia.

"Esta Casa, como tudo na vida, passa por bons e maus momentos. Este é um péssimo momento. Garantimos que a população não ficaria sem resposta e que a Assembleia cumpriria seu papel, confiando na mesa executiva, no Conselho de Ética e em seus deputados", disse Justus.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Justus disse ainda que se solidariza com as famílias envolvidas no acidente de trânsito que envolveu o deputado Carli Filho e que espera que a justiça seja cumprida.

Leia mais:

Imagem de destaque
Foragidos da Justiça

Condenados por atos golpistas em Brasília quebram tornozeleira e deixam país

Imagem de destaque
Corrida eleitoral

PL retira pré-candidatura de Bruno Ubiratan e vai indicar vice na chapa de Tiago Amaral

Imagem de destaque
STF

Moraes põe freio em ofensiva contra bolsonarismo e reduz tom em decisões

Imagem de destaque
Saiba mais

Ratinho Jr. tenta atrair bolsonarismo e lava-jatismo em eleição de Curitiba


Vários deputados aproveitaram o comunicado de renúncia do mandato para fazer pronunciamentos comentando a atuação do ex-deputado. Plauto Miró Guimarães (DEM), que é tio de Carli Filho, foi o primeiro a falar. "É preciso, neste momento, deixar registrado a atitude de Carli. Ele deixa seu cargo, longe de qualquer privilégio, para ser julgado na justiça comum. Sabemos da gravidade do acidente que vitimou dois rapazes e vitimou três famílias, mas não há nenhum registro que desabone sua trajetória", disse.

Publicidade


Emocionado, Plauto Miró disse que Carli faz parte de uma geração de jovens que marcam a política do Estado. "Com apenas 26 anos, Carli era o deputado mais jovem. Era um político coerente que recebeu mais de 46 mil votos e apresentou vários projetos para beneficiar a população paranaense", disse.


O deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB) lembrou que desde o dia 7 de maio, data do acidente que envolveu o ex-deputado Carli Filho, a Assembleia Legislativa vive um momento de pesar. "Carli foi um parlamentar responsável, uma pessoa que se dedicou à tarefa de ser legislador. Era um jovem assíduo que lia, estudava e se esforçava."

Publicidade


Romanelli lembrou da dor das três famílias envolvidas na tragédia e disse que recebeu a carta de renúncia com profunda tristeza. "É preciso reconhecer que qualquer pessoa, involuntariamente, pode se envolver num acidente como o que aconteceu com Carli Filho", disse. Romanelli lembrou ainda que 40% dos leitos hospitalares existentes no país são ocupados por pessoas vítimas de acidentes de trânsito.


Durval Amaral (DEM) também fez um testemunho da atuação de Carli Filho na Assembleia Legislativa. "Por diversas vezes se empenhou para exercer o mandato. Muitas vezes o recebi em meu gabinete para falar sobre assuntos que tramitavam na Casa", lembrou. Para Amaral, o acidente foi uma fatalidade. "Nenhuma família gostaria de vivenciar uma tragédia como essa. Até sexta-feira Carli não havia sido julgado, mas já estava condenado", disse.

Publicidade


Para Amaral, Carli sempre teve uma postura séria e sua renúncia só demonstra que é um homem de caráter. "Espero que ele tenha direito de se defender e que sua sentença seja justa", disse.


O deputado Tadeu Veneri (PT) lembrou que a Assembleia Legislativa vive um momento novo em que pela primeira vez um deputado renuncia ao mandato. "Nós nos solidarizamos com as vítimas e temos que aproveitar este momento para pensar em ações preventivas. Não podemos perder vidas em acidentes de trânsito, em fatos que muitas vezes não são acidentes, mas sim ações impensadas que se transformam em tragédias", disse.


Artagão Júnior (PMDB) falou da amizade que tem com Carli Filho e lembrou que neste momento é preciso deixar de lado disputas políticas.

Suplente – Nelson Justus disse ainda durante a sessão plenária desta segunda-feira que a Assembleia Legislativa convocará o mais rápido possível o suplente da vaga do PSB. Ele lembrou que o presidente do partido encaminhou à Assembleia Legislativa a apresentação de Wilson Quinteiro como suplente. "O documento foi encaminhado à Procuradoria da Casa para análise e parecer", disse Justus, sem determinar datas (com assessoria de imprensa da Assembleia).


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade