Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Judiciário

CNJ identifica quase 3 mil salários acima do teto

Heloísa Prado - Bonde
28 nov 2006 às 19:45
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) identificou 2.978 salários no Judiciário --entre juízes e demais servidores-- que recebem salários acima do teto da categoria (R$ 22.111). O teto de R$ 24.500 corresponde ao salário dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal).

As irregularidades foram encontradas em 19 Tribunais de Justiça estaduais e no Tribunal Regional Federal da 5ª Região. Em reunião realizada nesta terça-feira (28), o CNJ determinou o corte imediato dos vencimentos em situação considerada irregular.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Na amostra de vencimentos irregularidades, o levantamento mostra que os magistrados ganham em média R$ 3.491,93 acima do teto.

Leia mais:

Imagem de destaque
Incluindo jogo do bicho

Lula afirma que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar

Imagem de destaque
Segue até 28 de junho

STF retoma julgamento sobre atendimento de pessoas trans no SUS

Imagem de destaque
Medida polêmica

Projeto de Lei obriga instalação de telas de proteção em apartamentos de Londrina

Imagem de destaque
Entenda

Lula se vacinou contra dengue na rede privada, sem divulgar e antes da campanha do SUS


De acordo com o estudo do CNJ, o Tribunal de Justiça de São Paulo (o maior do país) concentra a maior parte dos casos irregulares, com 1.208 funcionários, seguido pelo Tribunal de Minas Gerais (318 servidores) e Mato Grosso do Sul (230).

>>Saiba mais sobre o assunto na Folha de Londrina desta quarta-feira, em Política.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade