Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Longa discussão

Deputados cobram armamento para agentes penitenciários

Redação Bonde
13 out 2009 às 17:20
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Os deputados da bancada do PT vão votar pela derrubada do veto do governador Requião ao projeto que cria a polícia penal no Paraná. A decisão atende a um pedido dos agentes penitenciários do Paraná, que estão revoltados com mais um assassinato de um colega, ocorrido no final de semana, em Londrina. A matéria deve tramitar nos próximos dias na Assembleia Legislativa.

Pelo projeto (735/07), os agentes penitenciários podem andar armados para se proteger da violência. A iniciativa que regulamenta em âmbito estadual o inciso VII dos artigos 4º e 6º do Estatuto do Desarmamento – Lei Federal nº. 10.826/03 - alcança também os agentes que fazem escoltas de presos. "Muitos presos que deixam os presídios, acabam voltando para as ruas e, quase sempre, armados e os agentes e seus familiares ficam expostos sem ter a garantia de uma arma legalizada e, por isso, impedidos de se defender de possíveis represálias", destaca o vice-lider da bancada,deputado Elton Welter.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Já o deputado Professor Lemos destaca que o projeto foi aprovado em SP,RJ,RS,SC e MG. "A Assembleia já fez a sua parte quando aprovou o projeto em 2007. Agora precisamos derrubar o veto e apoiar os agentes penitenciários", disse.

Leia mais:

Imagem de destaque
Foragidos da Justiça

Condenados por atos golpistas em Brasília quebram tornozeleira e deixam país

Imagem de destaque
Corrida eleitoral

PL retira pré-candidatura de Bruno Ubiratan e vai indicar vice na chapa de Tiago Amaral

Imagem de destaque
STF

Moraes põe freio em ofensiva contra bolsonarismo e reduz tom em decisões

Imagem de destaque
Saiba mais

Ratinho Jr. tenta atrair bolsonarismo e lava-jatismo em eleição de Curitiba

Proteção - Para o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná, Clayton Agostinho Auwerte, o projeto é de muita relevância e causa expectativa na categoria. "Na hora que os bandidos souberem que estamos armados não investirão mais contra nós", afirma. Segundo ele, os agentes penitenciários vivem em constante estresse, principalmente quando saem às ruas. "Sempre estamos olhando para os lados", explicou. Outro problema também é que muitos agentes estão usando armas, mesmo sem a regularização do porte (com assessoria da Alep).


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade